Home Notícias BH Fifa impede uso de seis das dez estações de bicicletas prometidas para este semestre em BH

Fifa impede uso de seis das dez estações de bicicletas prometidas para este semestre em BH

Apesar da promessa de que haveriam dez estações de bicicletas compartilhadas até a Copa do Mundo, a Prefeitura de Belo Horizonte (PBH) anunciou, no final da tarde dessa quinta-feira (05), que apenas quatro serão inauguradas neste próximo sábado (07). As seis estações restantes não serão entregues, pois “invadiram” o perímetro comandado pela Fifa durante os jogos. O objetivo é que 40 estações na área central e na Pampulha estejam disponíveis até o fim deste ano, totalizando aproximadamente 400 bicicletas.

O projeto é uma parceira da PBH, por meio da BHTrans, com a Serttel/Samba Transportes Sustentáveis e o Itaú Unibanco. No sábado, as quatros estações serão inauguradas, contendo 40 bicicletas compartilhadas na região central. Estas estarão localizadas na praça Rui Barbosa, no Mercado Central, praça Afonso Arinos e na praça da Liberdade.

Segundo o prefeito Marcio Lacerda (PSB), o uso das bicicletas vem aumentando na capital mineira. “A ideia é ampliar cada vez mais ciclovias. A cidade tem potencial para implantar 350 quilômetros de ciclovias e, atualmente, temos 60”, afirmou o prefeito durante uma coletiva de imprensa.

Sistema já foi implantado em outras cidades do Brasil. Foto: Reprodução/Samba Transportes Sustentáveis
Sistema já foi implantado em outras cidades do Brasil.
Foto: Reprodução/Samba Transportes Sustentáveis

Para poder utilizar as bicicletas, os usuários terão de fazer um cadastro no site e pagar um valor diário de R$ 3. O cidadão pode também optar por planos mensais, à R$ 9, ou anuais, por R$ 60. As bicicletas estarão disponíveis para os cadastrados todos os dias da semana, das 6 horas às 23 horas. A devolução poderá ser feita até a meia-noite.

De segunda-feira a sábado (exceto feriado), o Sistema de Bicicletas Compartilhadas, permitirá que o usuário utilize da bicicleta por até 60 minutos ininterruptos. Aos domingos e feriados, o tempo de uso pode ser de até 90 minutos ininterruptos. Após o prazo, o ciclista deve devolver o equipamento em qualquer estação e, após 15 minutos, poderá fazer uma nova retirada.

Caso exceda o tempo, o usuário será cobrado por R$ 3 nos 30 minutos excedidos e, depois, R$ 5 para cada novo intervalo de meia hora. Toda a operação será monitorada pela central, garantindo uma melhor distribuição das bicicletas, além de realizar atendimento dos usuários via aplicativo no celular ou Call Center, pelo telefone 4003-9847.

Comentários

Carregar mais em BH