A cidade afogada

Por Laura De Las Casas*

Sete meses depois, o varal ainda carrega roupas enlameadas, a cozinha ainda tem as portas dos armários abertas, o sapato resistiu à correnteza e não perdeu seu par. Alguns colchões inúteis seguem deitados no chão marrom. O bar da cidade ainda tem um pedaço da sinuca e muitas cadeiras empilhadas. Penso que ali já foi lugar de alegria. Nas poucas paredes que seguem de pé, vimos a fé dependurada em cruzes e santos. Vimos bandeiras de congado enterradas , botinas, vestidos, calças meias e bermudas empilhados, como se ali tivesse passado um furacão avassalador. Vimos também uma única cortina dançando com o vento ao lado da porta do número 56. As escadas de algumas casas levam pra um segundo andar que não existe mais. As janelas não mais dividem o que há do lado de dentro e o que há do lado de fora e quadros que antes eram enfeites agora são destroços no chão. A placa posta ao lado de uma grade em formato de corações ainda anuncia a venda de sorvete e picolé, e as gavetas ainda guardam coisas inúteis. O controle do videogame também não foi embora, ficou ali para lembrar todas as infâncias. Ainda há vida, passarinhos que tentam romper um silêncio devastador pousam nas árvores que são metade lama, metade verde. As flores crescem lá dentro, no meio do que sobrou de uma cidade afogada. Olhar Bento Rodrigues foi imaginar um lugar como ele era, e sentir a tristeza de uma tragédia como ela é. São memórias apagadas pelo ser humano e um rio quase morto que segue adiante, avançando com uma lama que mata pessoas, bichos, plantas e histórias. Me senti pequenininha, com a alma apertada no corpo. ‪#‎umminutodesirene‬, para não esquecer.

Laura De Las Casas
Laura De Las Casas
Laura De Las Casas
Laura De Las Casas
Laura De Las Casas
Laura De Las Casas
Laura De Las Casas
Laura De Las Casas
Laura De Las Casas
Laura De Las Casas
Laura De Las Casas
Laura De Las Casas
Laura De Las Casas
Laura De Las Casas
Laura De Las Casas
Laura De Las Casas
Laura De Las Casas
Laura De Las Casas
Laura De Las Casas
Laura De Las Casas
Laura De Las Casas
Laura De Las Casas
Laura De Las Casas
Laura De Las Casas
Laura De Las Casas
Laura De Las Casas
Laura De Las Casas
Laura De Las Casas
Laura De Las Casas
Laura De Las Casas
Laura De Las Casas
Laura De Las Casas

* Laura de Las Casas é uma jornalista mineira de 26 anos que acredita na força da palavra e da fotografia para registrar memórias e histórias

Comentários

Carregar mais em Recorte de Ideias