Home Notícias Internacional Coreano é preso após obrigar namorada a tatuar promessa de fidelidade

Coreano é preso após obrigar namorada a tatuar promessa de fidelidade

Ousando um pouquinho de literatura, já dizia o saudoso apresentador de TV, Luiz Carlos Alborghetti: “Todo dia tem uma m…”. E esse é o caso desta nota. Um coreano, de cerca de 40 anos, que não teve seu nome revelado, foi preso na Coréia do Sul, por um crime deveras estranho. Ele obrigou sua namorada a tatuar nas nádegas: “de agora em diante, só amo este cara”.

O motivo do crime do oriental machista foi o ciúme. Ele suspeitava que a namorada estivesse tendo um caso. A Justiça do país condenou o sujeito a três anos de prisão e a cumprir 120 horas em um programa do governo contra o assédio sexual.

Outro crime pelo qual ele também é culpado é o de tirar fotos de mulheres nuas, e ameaçar de publicá-las na internet.

Comentários

Carregar mais em Internacional