Home Notícias BH Mutilação de gatos no Barreiro aterroriza e revolta moradores

Mutilação de gatos no Barreiro aterroriza e revolta moradores

Uma onda de mutilação em gatos vem assustando moradores da região do Barreiro, em Belo Horizonte. Desde o início do ano, pelo menos quatro casos semelhantes foram registrados: os bichinhos saem para a rua à noite e, quando voltam para a casa, estão com as patas dianteiras trituradas. No domingo (19), um animal ferido no bairro Milionários precisou ser sacrificado.

“Há cerca de um mês, a minha gatinha saiu nas ruas próximas ao Via Shopping [na avenida Afonso Vaz de Melo] e voltou com as patinhas machucadas. Uma delas, inclusive, precisou ser amputada”, conta a barista Isadora Cristina Dias, de 20 anos.

Segundo Isadora, que mora no bairro Milionários, foram registrados casos também em outras áreas da região, distantes de onde mora. “Quando no último domingo aconteceu com o gato do meu amigo, que acabou sendo sacrificado, fiquei muito assustada. Então quando postei a denúncia no Facebook, surgiram outros relatos, como no bairro Barreiro de Cima”, relata.

Apesar da semelhança entre os casos, a barista afirma “não ter ideia” de quem vem cometendo os maus tratos. “Chegaram a cogitar que fosse atropelamento ou briga entre gatos, mas sabemos que não foi isso. Pelo jeito da lesão dá para ver que são maus-tratos mesmo”.

Em um grupo mantido por moradores do Barreiro no Facebook, um dos membros também alertou sobre o mesmo caso: “Aconteceu também com a gata da minha namorada, no bairro Milionários”, publicou o usuário na rede social.

Maus-tratos são crime!

Em Minas Gerais, quem maltrata animais pode ser multado em até R$ 3 mil, além de ser obrigado a custear despesas com assistência veterinária e demais gastos decorrentes da infração. Essa legislação entrou em vigor no Estado em julho de 2016.

A norma tipifica como maus-tratos quaisquer ações ou omissões que atentem contra a saúde ou a integridade física ou mental de animal, como abandono, privação de necessidades básicas, lesão e ainda submissão ao trabalho excessivo — em caso atividades que envolvam tração animal.

Comentários

Guilherme Scarpellini

Guilherme Scarpellini é redator de política e cidades no Portal Bhaz.

Carregar mais em BH