Home Notícias Brasil União Europeia suspende compra de carnes exportadas por empresas brasileiras envolvidas em escândalo

União Europeia suspende compra de carnes exportadas por empresas brasileiras envolvidas em escândalo

Todas as empresas brasileiras suspeitas de envolvimento no esquema criminoso de adulteração de carnes terão acesso negado ao mercado da União Europeia temporariamente. O anúncio foi feito nesta segunda-feira (20) pelo porta-voz Enrico Brivio durante uma coletiva de imprensa em Bruxelas. As autoridades ainda não especificaram os nomes das companhias barradas.

Segundo Brivio, Bruxelas manteve “intensos contatos diplomáticos com o Brasil” nos últimos dias. “Estamos em um processo para garantir que todos aqueles envolvidos na fraude não possam exportar para a Europa. Pedimos ações e esclarecimentos”, disse o porta-voz da Europa para assuntos de Saúde.

Além disso, a União Europeia tem alertado que todos os países do bloco adotem “uma vigilância extra” ao tratar de qualquer produto brasileiro no setor de carnes. Apesar disso, Brivio fez questão de ressaltar que o escândalo não terá impacto nas negociações em curso entre com o Mercosul para implantação de acordos sobre livre comércio.

O Governo brasileiro ainda não se pronunciou sobre o anúncio feito pela União Europeia.

Carne Fraca

Segundo a PF, os frigoríficos envolvidos na Operação Carne Fraca maquiavam carnes vencidas com ácido ascórbico e as reembalavam para vendê-las. As empresas, de acordo com a polícia, subornavam fiscais do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento para que autorizassem a comercialização do produto sem a devida fiscalização. A carne imprópria para consumo era destinada tanto ao mercado interno quanto à exportação.

Da Agência Brasil

Comentários

Carregar mais em Brasil