Home Notícias Minas Gerais Governo de Minas vai selecionar brigadistas com salário de R$ 1,2 mil

Governo de Minas vai selecionar brigadistas com salário de R$ 1,2 mil

O Governo de Minas vai selecionar 286 brigadistas de prevenção e combate a incêndios para atuar em parques estaduais e áreas de preservação ambiental até agosto de 2017, com salários de R$ R$ 1,2 mil. Outras duas vagas para líderes regionais de brigada também foram ofertadas, com vencimentos de R$ 2,4 mil. Edital com as especificações do certame foi publicado na quinta-feira (13) no Diário Oficial de Minas Gerais.

Conforme o documento, as inscrições são gratuitas e devem ser feitas exclusivamente pela internet até 23h59 de domingo próximo (acesse aqui o formulário). Ainda segundo o texto, os selecionados cumprirão 40 horas semanais, sendo que o prazo inicial de contratação (quatro meses) poderá ser prorrogado, desde que haja demanda e previsão orçamentária.

Para concorrer às vagas, o candidato precisa ter mais de 18 anos, estar regular com as obrigações militares e eleitorais, além de ter ensino médio completo. Após o cadastro, os concorrentes passarão por três fases avaliativas.

Na primeira, haverá a checagem dos documentos elencados no edital; na sequência, os candidatos passarão por um curso de formação de brigada, no qual deverão obter 60% de aproveitamento para classificação. Por fim, os concorrentes farão um teste de aptidão física e de habilidade para o uso de ferramentas agrícolas.

Aqueles que pretendem concorrer a vagas de líder de brigadas, entretanto, deverão passar por uma quarta fase avaliativa. Além da exigência de um certificado/declaração de brigadista, emitido, entre 2008 e 2016, por órgãos competentes, os candidatos a líderes de brigadas passarão por uma entrevista.

Os resultados parciais e finais do processo seletivo serão disponibilizados no Portal da Semad (Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável) e nas unidades de conservação e locais de atuação constantes no edital.

Distribuição das vagas

Os 288 postos de trabalho estão distribuídas em 44 unidades de conservação, sendo:

Nas Áreas de Proteção Ambiental Cochá e Gibão (10), Rio Pandeiros (06), Alto do Mucuri (10), Serra de São José (05), Sul (05), Cachoeira das Andorinhas (05), Águas Vertentes (10), Fernão Dias (05), Rio do Machado (05).

Nos Parques Estaduais Serra das Araras (06), Lagoa do Cajueiro (06), Verde Grande (06) Serra do Sabonetal (08), Mata Seca (06), Veredas do Peruaçu (06), Serra do Sobrado (05), Sumidouro (05) e Serra do Cabral (10)

Além disso, foram ofertadas vagas para os parques da Serra do Brigadeiro (07), Mata do Limoeiro (05), Serra do Ouro Branco (05), Serra Verde (05), Itacolomi (05), Biribiri (08), Serra do Intendente (05), Rio Preto (08), Serra Negra (05), Pico do Itambé (05), Serra do Papagaio (08), Serra da Boa Esperança (05), Grão Mogol (09), Serra Nova (10) Caminho dos Gerais (09), Lapa Grande (09) e Sete Salões (05).

Há vagas abertas também para a Reserva de Vida Silvestre (REVS) do Rio Pandeiros (06), a Reserva de Desenvolvimento Sustentável (REDS) Veredas do Acari (06), a Floresta Estadual (FLOE) do Uaimii (05) e para os Monumentos Naturais (MN) Gruta Rei do Mato (05), Itatiaia (05) e Pico do Ibituruna (05).

Com SEMAD

Comentários

Guilherme Scarpellini

Guilherme Scarpellini é redator de política e cidades no Portal Bhaz.

Carregar mais em Minas Gerais