Home Notícias Minas Gerais Baleia Azul: Suposto envenenamento de crianças leva terror a cidades mineiras

Baleia Azul: Suposto envenenamento de crianças leva terror a cidades mineiras

Moradores de pelo menos três cidades mineiras temem que crianças sejam envenenadas e mortas desde que mensagens ameaçadoras começaram a ser compartilhadas por meio do WhatsApp. Os primeiros relatos surgiram nas redes sociais na terça-feira (18) e rapidamente se espalharam. Eles dão conta de que tentar matar meninos e meninas indefesos seria mais uma das tarefas do jogo Baleia Azul, que pode estar relacionado a dois casos de suicídio no Estado.

Em Ipanema, município no Vale do Rio Doce, as mensagens levaram terror a pais e responsáveis por crianças pequenas. “Estou no décimo desafio que é dar balas envenenadas para 30 crianças de três escolas”, diz um trecho do conteúdo que ainda informa quais instituições seriam alvo do participante do jogo. E o suposto ataque mobilizou a Polícia Militar (PM) e diretores das escolas citadas. Um deles chegou a compartilhar um comunicado sobre as ameaças no Facebook.

Já em Juiz de Fora, na Zona da Mata, o pai de um adolescente de 15 anos procurou a PM para denunciar que o nome do filho havia sido usado em uma mensagem com conteúdo semelhante. Segundo o recado, que também viralizou nas redes sociais, o garoto iria envenenar crianças porque era uma das tarefas do Baleia Azul e, caso não a cumprisse, familiares e um cachorro dele é que deveriam morrer. Aos policiais, o menino contou que alguém estaria se passando por ele e que só descobriu ter o nome divulgado junto com as ameaças quando um amigo o alertou.

Reprodução/WhatsApp

Também na Zona da Mata, na cidade de Raul Soares, o diretor de um escolou procurou a polícia na última quarta-feira. Os professores e alunos estavam assustados com uma mensagem nos mesmos moldes das que viralizaram em outras cidades. “Oi, me chamo Lucas, estou no desafio da Baleia Azul, moro na cidade de Raul Soares, estou no décimo desafio que é dar balas envenenadas para 30 crianças de 3 escolas diferentes”.

Em Manhuaçu, ainda na mesma região do Estado, uma menina de 13 anos precisou receber atendimento médico após ingerir vários comprimidos na segunda-feira (17). A mãe dela acionou o Corpo de Bombeiros para socorrê-la já que estava semi-consciente e deitada no chão. A garota aparentava sentir dores abdominais e tinha cortes finos nos braços. A responsável informou aos militares que a tentativa de suicídio da filha por envenenamento poderia estar relacionada ao Baleia Azul. Ela se comprometeu a procurar a Polícia Civil para que o celular da menina seja analisado.

Além de Minas Gerais, mensagens sobre envenenamento de crianças viralizaram no Mato Grosso do Sul e no Paraná. Nos dois Estados, as ameaças também deixam a população em alerta.

Deputados vão discutir perigos do Baleia Azul

Os perigos do jogo Baleia Azul para a sociedade, especialmente para os adolescentes, devem ser discutidos em audiência pública na Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG). O requerimento da audiência foi aprovado na terça-feira (18), em reunião da Comissão de Participação Popular, e o objetivo é que a discussão sobre os efeitos do jogo seja realizada em conjunto com as Comissões de Segurança Pública e de Educação, Ciência e Tecnologia.

Recorrendo a dados divulgados na imprensa, o autor do pedido, deputado João Leite (PSDB), disse que uma audiência sobre o assunto é importante tendo em vista que o número de jovens entre 15 e 19 anos que tentaram se matar em Minas cresceu 15 vezes de 2010 a 2016, conforme levantamento da Secretaria de Estado de Saúde.

Com ALMG

Comentários

Roberth Costa

Roberth Costa é publicitário, repórter e editor no Bhaz.

Carregar mais em Minas Gerais