Home Guia Bhaz Jornalista lança mais um livro-objeto, desta vez de poesias sensuais

Jornalista lança mais um livro-objeto, desta vez de poesias sensuais

Poesias podem ser publicadas na forma de um livro ou então de cartões. A opção pelo cartão foi a escolhida pelo jornalista e poeta Carlos Barroso, que faz uma dupla aposta na originalidade. Além do cartão, os livros estão acondicionados em uma latinha. Os poemas são, na definição do autor, obras líricas e sensuais embaladas pela latinha cujo título – “Cunilingua pátria 69 poemas: uma latinha de vaselina de poesia” – tem relação com seu conteúdo, constituindo aquilo que Carlos Barroso chama de livro-objeto.

Na latinha, cuja criação é assinada pelos designers Ronaldo Lenoir e Claudio Jinny, estão 36 cartões. A latinha é, segundo ele, um objeto para ser deixado na mesa e, caso desperte curiosidade, quanto à razão de se manter uma latinha de vaselina naquele local, a pessoa retrucar: “Não é uma lata de vaselina. É um livro”, afirma o autor.

Esta é mais uma experiência de Carlos Barroso com os livros-objeto, editados por ele sob o título de Edições CemFlores, nome de uma já clássica revista poética editada por escritores da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), que completará 40 anos em 2018, e da qual é um dos fundadores.

Foi nessa linha que ele publicou, em 2008, “Carimbalas”, livro-objeto feito todo de carimbo, não só confeccionados em casas do ramo, mas também montados pelo autor (como em uma montagem de tipografia), a partir de uma caixa de carimbos adquirida há mais de 30 anos. Em 2010, lançou “Sãos”, editado em blocos de anotação feitos e desenhados (cada um com uma capa diferente) por psicóticos de um programa de saúde mental da Cidade Industrial de Belo Horizonte.

Barroso lançou, ainda, “Usura”, uma centena de envelopes preenchidos por cartões com poemas verbais e visuais. Os envelopes foram obtidos depois de busca de meses em bancos – onde clientes deixam mensagens escritas nesse material bancário, com relatos amorosos, políticos, sensuais, futebolísticos, desenhos, xingamentos, defesa de gênero, orações e versos, entre outros.

Lançamento do livro “Cunilingua pátria 69 poemas: uma latinha de vaselina de poesia”

Quando: sábado, 20 de maio

Horário: 11h30 às 15h

Onde: Livraria Scriptum, rua Fernandes Tourinho, 99, Savassi

Valor: R$ 25,00

Acompanhe o Bhaz também no Youtube assinando nosso canal.

Comentários

Carregar mais em Guia Bhaz