Home Colunas A Autêntica [Coluna Autêntica] 5 bandas que você TEM que ver ao vivo

[Coluna Autêntica] 5 bandas que você TEM que ver ao vivo

Não sei bem o que se passou pela cabeça de Thomas Edison quando ele criou o fonógrafo e gravou áudio pela primeira vez. Pela emoção incontida de sua voz ao recitar “Mary Had a Little Lamb”, no que é um dos primeiros registros de som feitos pela humanidade, imagino que ele fizesse alguma ideia da revolução que sua invenção proporcionaria ao mundo.

Artistas foram imortalizados, suas performances puderam ser eternizadas, permitindo que todas as pessoas pudessem ter acesso ao que antes era restrito a quem tinha acesso ao artista. Só existia música ao vivo. Como é louco pensar isso!

Mas, por mais incrível que tenha sido o impacto dessa revolução tecnológica, nada substitui a experiência de estar presente em um show. Nada consegue capturar a troca de energia entre público e artista. O astral da noite, os cheiros, o contato com as outras pessoas que compartilham aquele momento, chega a ser mágico. Podemos filmar em alta resolução, gravar com a mais alta qualidade, e conseguirmos criar um registro histórico, mas infelizmente (ou felizmente) a parte mais mágica de um show é reservada exclusivamente àquelas pessoas que ali estavam. No limite, há um caráter efêmero na música que é impossível de ser congelado.

Thomas Edison revolucionou o mundo ao criar o fonógrafo
Divulgação/Levin C. Handy

E, convenhamos, eu já estou com meu ingresso para ver Paul McCartney pela enésima vez, e sei que vou me emocionar no show. Mas só posso imaginar o quão mais intenso era vê-lo com os Beatles no Cavern Club. Show é assim: menor é melhor. Com mais de mil pessoas já vira outra coisa. A intimidade do contato olho no olho, a proximidade, a interação é outra.

Talvez a melhor parte de vivenciar o dia-a-dia n’A Autêntica seja justamente ter o privilégio de ver de pertinho artistas e bandas que estão no auge de sua energia ao vivo. E esta é uma lista de cinco shows que simplesmente arregaçam, e são imperdíveis. Então fiquem ligados e não percam! Noite inesquecível garantida.

1- Carne Doce 

Essa é uma das minhas bandas favoritas do momento. As composições e os arranjos são ótimos, e o show é simplesmente sensacional. A presença da vocalista Salma Jô é incrível, com muita atitude e entrega. Mais uma pérola vinda de Goiânia.

Divulgação/FlávioCharchar

2- Miêta

O quarteto de Belo Horizonte vem conquistando seu espaço no cenário nacional, com turnês intensas, e participações em importantes festivais, como o Bananada. O show coeso e consistente, combinado com uma postura muito coerente, fazem da banda uma das principais promessas do rock mineiro. Ver Miêta no palco dá a sensação de presenciar algo grande surgindo. É empolgante, tem que ver.

Divulgação/LucianoViana

3- Far From Alaska 

Esse é pra chapar. Que banda, que show. O quinteto de Natal é uma daquelas bandas que pode facilmente figurar entre os grandes de qualquer festival do mundo. O show é fincadaço, o peso do som vem com força, e o vocal é sensacional. Tudo muito certo.

Divulgação/FernandoPires

4- Jair Naves

Seja no seu show solo, em duo com Britt Harris, ou com a banda Ludovic, se Jair está no palco algo intenso vai acontecer. Ele é um daqueles artistas que se jogam na música, com um nível de entrega absurdo. Suas composições são marcadas por letras fortes, tendo a canção como fio condutor. Os shows são uma catarse, Jair se dá ao público de corpo e alma.

Divulgação/FlávioCharchar

5- Ventre

O formato de trio me agrada muito, e esse trio carioca faz um show surpreendente. Ventre é uma daquelas bandas que foram feitas pra tocar ao vivo, o som é fluido e orgânico, e a interação entre os músicos tem um quê de improviso. O entrosamento transparece e o show parece fluir de forma solta. As levadas de bateria da excelente Larissa Conforto contribuem para a forte personalidade do som da banda.

Divulgação/LucianoViana

* Leo Moraes é músico e sócio da casa de shows A Autentica.

Comentários

Carregar mais em A Autêntica