Home Notícias Brasil Sem memória no iPhone? Apple é acusada de propaganda enganosa e deve retirar comerciais do ar

Sem memória no iPhone? Apple é acusada de propaganda enganosa e deve retirar comerciais do ar

A Justiça de São Paulo determinou que Apple deve retirar do ar propagandas consideradas enganosas sobre os iPhones e iPads. Segundo a denúncia feita pela Proteste, os aparelhos lançados pela marca não expõe claramente a memória disponível que pode ser realmente utilizável. De acordo com o órgão, a empresa de tecnologia entrega menos espaço de armazenamento do que anuncia.

Parte da memória do celular é utilizada para armazenar o sistema do aparelho. Sendo assim, a Apple teria de avisar aos consumidores o verdadeiro potencial de armazenamento dos produtos. Por exemplo, um modelo de 16GB, tem apenas 13GB disponíveis. Já o de 32GB teria somente 29GB para uso. Caso não faça as devidas mudanças, a Apple deve receber multas diárias de R$ 100 mil.

A decisão foi emitida nesta terça-feira (11) pelo juiz Felipe Poyares Miranda, da 16ª Vara Cível de SP. A empresa pode recorrer da decisão.

Em um dos argumentos de defesa, a Apple diz que não há como prever quanto espaço será realmente usado pelo sistema operacional, visto que atualizações e outras mudanças afetam esse valor constantemente. Além disso, ressalta que todas essas informações são explicadas em detalhes em seu site.

Comentários

Rafael D'Oliveira

Rafael D'Oliveira é jornalista e redator do portal Bhaz

Carregar mais em Brasil