Home Notícias Política Assembleia nega título a João Doria, mas deputado quer nova votação do projeto

Assembleia nega título a João Doria, mas deputado quer nova votação do projeto

Se em Natal e Salvador o prefeito de São Paulo, João Doria Jr. (PSDB), conseguiu receber o título de cidadão honorário, em Minas Gerais a história é outra. Isso porque nessa quarta-feira (23) a Comissão de Administração da Assembleia Legislativa rejeitou, por 4 votos a 2, o projeto do deputado Gustavo Corrêa (DEM) que concederia a Doria o título.

Mas, o deputado não desistiu da homenagem. Nesta quinta, ele apresentou requerimento recorrendo da decisão de ontem. Caso a proposta seja barrada mais uma vez na comissão, ela será votada em plenário pelos deputados.

Procurado pelo Bhaz, o deputado mineiro alegou que a decisão é puramente política. “A tropa de choque do PT só está preocupada com eleição. Eles gostam de homenagear gente que estimula invasão na terra dos outros”, disse Gustavo Corrêa, fazendo analogia com o título concedido pela Assembleia a João Pedro Stédile, coordenador do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST).

Para Gustavo Corrêa, homenagear Doria é uma forma de agradecimento pelo tempo em que ele foi presidente da Empresa Brasileira de Turismo (Embratur), no governo de José Sarney, no final da década de 1980. “Doria levou o nome de Minas para o Brasil e para o mundo durante os eventos de que participava. Certa vez, ele disse que os caminhos traçados por Minas são os mesmos que o país deve seguir”, alegou.

O fato de o tucano ser, segundo Gustavo Corrêa, um “modelo” de como se deve gerir um município nos dias de hoje, contribuiu para o desejo de homenageá-lo. A rejeição do projeto pela comissão fez com que Gustavo Corrêa não desistisse da homenagem. “Durante quatro anos fui presidente dessa comissão e nunca barrei título algum. Conceder essa homenagem tornou-se uma bandeira minha”, bradou o parlamentar.

De acordo com ele, a decisão é “tão política” que até mesmo o presidente João Magalhães (PMDB) votou contra a concessão do título. “Presidente só vota quando o resultado está empatado. Porém, ontem, até ele votou”, conclui.

O Bhaz tentou contato com o deputado João Magalhães, mas sua assessoria informou que ele está em viagem ao interior do Estado.

 

Comentários

Vitor Fórneas

Vitor Fórneas

Jornalista no Portal Bhaz

Carregar mais em Política