Home Notícias BH Após acidente de hoje, Kalil vai reivindicar na Justiça a municipalização do Anel

Após acidente de hoje, Kalil vai reivindicar na Justiça a municipalização do Anel

O prefeito Alexandre Kalil divulgou agora à noite, nota à imprensa em que definiu o acidente ocorrido hoje no Anel Rodoviário como um assassinato e informou que, na segunda-feira, irá ingressar com uma ação civil pública contra a União e a concessionária Via 040 reivindicando que a administração do Anel seja transferida para o Município, bem como os recursos federais necessários para sua manutenção.

O prefeito também determinou que a Procuradoria do Município interponha representação criminal contra o diretor-geral do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte (Dnit), por negligência. Para detalhar os projetos do Município para o Anel Rodoviário, Alexandre Kalil e o procurador-geral da Prefeitura, Tomaz de Aquino, darão entrevista à imprensa nesta segunda.

O acidente levou à manifestação da Prefeitura de BH ocorreu no final da tarde desta quarta,6, na descida do Anel Rodoviário na altura do bairro Betânia, sentido Vitória. Uma carreta perdeu o controle e atingiu outros veículos. Segundo informações do Corpo de Bombeiros, o caminhão estava carregado com carga explosiva e entrou em combustão no momento do acidente.

Até agora são três mortos, entre estes, dois carbonizadas e um, possivelmente, vítima de atropelamento. Ainda segundo o Corpo de Bombeiros, estão envolvidos no acidente, além do caminhão, uma bicicleta e um carro de passeio, que foi prensado pelo caminhão. Neste carro, dois corpos estão carbonizados no banco de trás e ainda não é possível descartar a existência mais um corpo no mesmo veículo. O motorista do caminhão conseguiu sair do veículo a tempo.

A pista sentido Vitória segue interditada com a intenção de preservar os indícios do acidente para a perícia criminal.

Comentários

Stephanie Mendes

Jornalista e redatora do Bhaz

Carregar mais em BH