Home Notícias BH Água que combateu incêndio na Ceasa pode ter contaminado Lagoa da Pampulha

Água que combateu incêndio na Ceasa pode ter contaminado Lagoa da Pampulha

Na manhã desta sexta-feira (8) técnicos da Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad) fizeram uma vistoria na Lagoa da Pampulha. Eles constatarem uma mancha de fuligem na água do local e também no Córrego Sarandi, que deságua na lagoa.

De acordo com os técnicos, a mancha apareceu após a chegada da água utilizada no combate ao incêndio que destruiu um pavilhão das Centrais de Abastecimento de Minas Gerais (Ceasa), em Contagem, na tarde de ontem. Segundo o Corpo de Bombeiros, o incêndio teve início por volta das 12h55 no pavilhão que está localizado próximo à BR-040.

A análise é necessária para verificar se a água que escoou pela rede de drenagem também está contaminada por agrotóxicos, já que uma das lojas que pegou fogo continha defensivos agrícolas. Até o momento, não foi confirmado se houve morte de peixes no local, o que é positivo. Porém, é necessário que haja certo acompanhamento para detectar se houve mesmo a contaminação pelo produto tóxico.

Comentários

Carregar mais em BH