X
    Categorias: BH

Jovem que matou fiscal dentro de ônibus é condenado em BH

Julgamento foi hoje à tarde, no Fórum Lafayette

Foi condenado nesta terça-feira (12) um homem acusado de matar um fiscal de ônibus em Belo Horizonte, em outubro de 2015. O acusado, que já havia confessado o crime, cumprirá a pena de 18 anos em regime fechado.

De acordo com as investigações, o jovem se recusou a pagar a passagem e matou o fiscal Webert Eustáquio de Souza, de 34 anos, a tiros. Outras duas pessoas foram baleadas no caso. A sentença foi lida no início desta tarde, no 2º Tribunal do Júri do Fórum Lafayette, onde o réu foi julgado.

O fiscal e o jovem já haviam se desentendido no dia 30 de setembro, data anterior ao assassinato. Na ocasião, em uma viagem pela linha 1509, o jovem havia se recusado a pagar a passagem. Após o ocorrido, os ficais presentes e o réu confesso teriam entrado em luta corporal.

De acordo com a polícia, ainda na tarde do dia 30, ele foi até a empresa responsável pela linha procurar os fiscais responsáveis pelas agressões, mas não foi atendido. O réu contou então, que comprou uma arma naquela noite pelo valor de R$ 700, com o intuito de se defender.

Já no dia seguinte, o suspeito pegou o ônibus da linha 1502 e quando o coletivo parou ao lado de um hotel na Cristiano Machado, Webert Souza e outro fiscal subiram no veículo. O fiscal reconheceu o jovem e perguntou se haveria confusão mais uma vez. O jovem negou, mas foi até a roleta e atirou seis vezes contra o fiscal, que morreu no local.

O réu confesso vai cumprir a pena no Presídio José Martinho Drumond, em Ribeirão das Neves, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, onde está preso desde 2015.