Home Notícias BH PBH lança edital para o Carnaval de 2018; inscrições já estão abertas

PBH lança edital para o Carnaval de 2018; inscrições já estão abertas

O edital para credenciamento de artistas, bandas e grupos musicais de renome local e regional para compor a programação artística musical dos palcos oficiais do Carnaval de Belo Horizonte 2018, se encontra aberto. Os interessados podem fazer as inscrições até o dia 5 de janeiro de 2018. Artistas de qualquer estilo musical poderão se candidatar para apresentações em palcos espalhados por diferentes regiões da cidade.

Para credenciamento, o artista ou grupo interessado deverá entregar, pessoalmente na Belotur (Rua da Bahia, 888, 6° andar, Centro), um​ envelope​ devidamente identificado​ com toda​ a documentação artística​ prevista no edital. Após a publicação da classificação final, os proponentes habilitados artisticamente serão convocados por meio de publicação no Diário Oficial do Município (DOM), para entrega da documentação de habilitação jurídica.

Os interessados poderão solicitar o edital, gratuitamente, via e-mail (licitacoes.belotur@pbh.gov.br) ou pessoalmente junto à Comissão Permanente de Licitação da Belotur. O resultado final, por evento, será publicado exclusivamente no DOM – Diário Municipal do Município.

De acordo com Gilberto Castro, diretor de Eventos da Belotur, a iniciativa valoriza artistas da casa. “Os palcos são importantes para a cidade, pois além de descentralizar, cria oportunidades para que os artistas possam apresentar um pouco da sua riqueza cultural para os moradores e turistas”, comenta Castro.

 A seleção das propostas será realizada em três etapas: habilitação, avaliação técnica e classificação. O processo classificatório será feito por meio de análise e avaliação do portfólio da banda ou artista, de forma a permitir a verificação da consistência e pertinência da proposta artística e do grau de inserção no cenário musical no gênero, da audição do material disponibilizado em áudio (CD) e/ou vídeo (DVD) e da análise da concepção artística do candidato, envolvendo performance no palco, figurino, empatia com o público, produção geral, etc. Somente serão consideradas apresentações do gênero musical inscrito.

Os artistas serão divididos em duas categorias, definidas pela Comissão Especial de Avaliação após análise do material artístico apresentado. São elas:

1 – Artista ou grupo musical que comprove consagração pela crítica especializada ou pela opinião pública em âmbito local, com remuneração de R$ 3.500,00;

2 – Artista ou grupo musical que apresente comprove consagração pela crítica especializada ou pela opinião pública em âmbito regional, com remuneração de R$ 7.000,00.

 

Comentários

Marcelo

Marcelo

Marcelo Freitas é redador-chefe do Bhaz

Carregar mais em BH