Home Notícias Minas Gerais Casal aciona Cemig na Justiça após falta de luz no casamento; R$ 37 mil em indenização

Casal aciona Cemig na Justiça após falta de luz no casamento; R$ 37 mil em indenização

Um casal, recém casado na cidade de Pouso Alegre, no Sul de Minas, será indenizado pela Cemig. Eles acionaram a justiça após faltar energia elétrica em seu casamento. Segundo o casal, a cerimônia foi seriamente prejudicada pela falta de luz. As bebidas foram servidas quentes e não foi possível ver a decoração. Além disso, o fotógrafo e o cinegrafista não puderam trabalhar, não houve música e o buffet não pôde o que havia preparado. O cerimonial precisou utilizar lanternas para se movimentar, assim como os convidados que  tiveram que utilizar as luzes dos celulares.

Pelos inconvenientes, o casal acionou a Cemig na Justiça alegando danos morais e materiais. A Cemig alegou, em sua defesa, que cumpriu o tempo determinado pelo governo para restaurar a energia, que é de até 48 horas. Também foi alegado que, em casos de eventos, é indicado que os interessados aluguem um gerador para eventuais emergências. Porém, os magistrados discordaram da alegação da empresa, e a condenaram.

Em primeira instância, o juiz determinou a indenização por danos morais em R$ 17,6 mil e os danos materiais em R$ 1,2 mil. As partes recorreram. E em segunda instância, o juiz levou em conta os gastos do casamento para aumentar a indenização por danos materiais. O novo valor foi de R$ 19,3 mil. A indenização total recebida pelo casal chega ao valor de quase R$37.000.

Comentários

Carregar mais em Minas Gerais