Home Notícias BH PBH lança aplicativo de combate à dengue; doença recuou na capital em 2017

PBH lança aplicativo de combate à dengue; doença recuou na capital em 2017

O número de casos notificados do vírus da dengue despencou no ano de 2017, na cidade de Belo Horizonte. Ao todo, foram 905 casos confirmados neste ano, comparados aos 154.897 no mesmo período de 2016. Entretanto, a boa notícia não esmorece a Prefeitura de Belo Horizonte, que busca intensificar o trabalho de combate ao mosquito na capital, que além da dengue também transmite o vírus zika e chikungunya.

Sendo assim, a PBH anunciou, em parceria com a Prodabel, o aplicativo gratuito ‘BH sem mosquito’. A tecnologia busca auxiliar a população no combate ao Aedes. Nele, além de informações sobre o mosquito, como a métrica do ciclo de crescimento do Aedes, é possível ter lembretes de quando vistoriar a residência em busca de focos do crescimento do inseto. O aplicativo pode ser baixado nos sistemas IOS e Android.

É sabido pela população que objetos que acumulam água parada são focos de reprodução do Aedes aegypti. Ao longo do ano, a prefeitura, por meio dos Agentes de Combate a Endemias e os Agentes Comunitários de Saúde, realizou mais de cinco milhões de visitas a imóveis. O número impressiona, sendo que foram realizadas várias visitas ao mesmo domicilio.

Além da visitas dos agentes aos imóveis, em 2017 também foram realizadas ações de Ultra Baixo Volume (UBV) na capital, abrangendo 707 quarteirões, totalizando 27.242 imóveis afetados. O UBV é um produto químico aplicado por meio de equipamentos motorizados. A aplicação é indicada para matar o Aedes aegypti já na fase adulta (mosquito), ou seja, a fase na qual a fêmea do mosquito transmite a doença.

Aplicação de UVB em domicílios de BH.

Além da redução dos casos de dengue, a incidência da zica também caiu em Belo Horizonte. Em 2017, foram 19 casos confirmados contra 732 de 2016. Já em relação ao Chikungunya, houve um pequeno aumento de casos. Em 2016, foram confirmados 32, já em 2017, 40 casos.

Comentários

Carregar mais em BH