Home Carreiras Saiba como se planejar pessoalmente para o futuro; especialistas falam sobre realizar metas e planos

Saiba como se planejar pessoalmente para o futuro; especialistas falam sobre realizar metas e planos

O ano de 2017 chegou ao fim e o próximo ano vem com 365 oportunidades para realizar planos e atingir metas. Mas, muitas pessoas acabam se atropelando por conta dos planejamentos que ficaram para trás e os que precisam ser traçados para 2018.

O Bhaz conversou com duas especialistas para te ajudar nesses dois pontos: Como esquecer e não se abater pelos planos não realizados? Como planejar o futuro de maneira que eu consigo cumprir com tudo? Confira.

Supere o que não foi feito

Segundo a psicóloga e coaching Erica Machado, o importante para superar os planos não concretizados é esquecer a culpa. “O sentimento de culpa não mobiliza, pelo contrário, ele desestimula e paralisa. O ideal é investigar a razão de não ter conseguido realizar o planejamento. Ou seja, buscar o autoconhecimento”, explica.

“Nessa época é comum que as pessoas fiquem depressivas por conta dos planos frustrados”, acrescenta a especialista. Ela ressalta que é preciso traçar metas alcançáveis e viáveis para não se frustrar. “Outra dica é comemorar pequenas vitórias, pois isso estimula o cérebro a conquistar coisas”, diz ela.

Entretanto, algumas pessoas insistem em metas inalcançáveis, seja por motivos como tempo, estrutura, viabilidade etc. E, por isso, acabam se frustrando constantemente. Neste caso, Erica diz que o ideal é trabalhar a teimosia. “É preciso aprender com o erro, entender o que é não e saber o momento de parar. Outra coisa que pode ajudar é buscar pessoas que tenham realizado planos semelhantes. Se houver, é só redimensionar em suas condições e tentar buscar o resultado”, finaliza.

Planejando o futuro

Este é o momento em que muitas pessoas encontram dificuldades: fazer planos. Para a pscicóloga e coching Tania Campos, o grande desafio não é planejar, e sim, fazer. “Estabelecer uma meta não muito clara pode gerar ansiedade e prejudicar as ações”.

Ela aponta alguns passos que podem ser seguidos. “Ter uma meta clara, objetiva e verificar os pontos concluídos para não pular etapas importantes. Por exemplo, eu determino um objetivo e coloco ele no topo. Logo após, eu elenco os pontos a serem atingidos para chegar ao êxito. E, em seguida, estabeleço as ações necessárias. É uma espécie de pirâmide”, conta.

Além disso, a especialista explica que é importante responder algumas perguntas na hora de se planejar: O que fazer? Por que? Qual o valor? O que muda? Qual a importância? Como e quando?

“Eu aconselho a utilizar a técnica smart. Funciona assim: Definir uma meta específica, pois não adianta ter várias sem um plano de ação; Mensurável, onde seja possível calcular o que foi feito e o que falta; Alcançável, que possa ser concretizado; Temporal, que determine um tempo para ser concluído”, explica Tania.

Ela finaliza ressaltando que planejamento é diferente de ação e por isso é preciso olhar para o agora e traçar as metas. “É importante ressaltar que, quando se planeja, por mais que parece um plano distante, cada passo deixa a pessoa mais próxima de realizar algo”, conclui.

Comentários

Rafael D'Oliveira

Jornalista e redator do portal Bhaz

Carregar mais em Carreiras