Home Notícias Minas Gerais Municípios se preparam para conter surto de febre amarela; já são nove mortes

Municípios se preparam para conter surto de febre amarela; já são nove mortes

As prefeituras de Nova Lima, Mariana e Belo Horizonte vão intensificar o atendimento à população para vacinação contra a febre amarela, neste fim de semana e no fim de semana que vem. Em Nova Lima, na Região Metropolitana da capital, o atendimento vem após a confirmação do terceiro óbito na cidade causado pela doença.

Nova Lima é o município com o maior número de mortes causadas pela doença, até o momento. Em todo o Estado, já há a confirmação de nove óbitos:

  • Nova Lima (3)
  • Mariana (2)
  • Brumadinho (1)
  • Carmo da Mata (1)
  • Barra Longa (1)
  • Mar de Espanha (1)

Nesta quinta-feira (11) foram confirmados quatro casos novos de febre amarela no estado de Minas Gerais, a partir de resultados laboratoriais liberados pela Fundação Ezequiel Dias (Funed). Os pacientes são procedentes dos municípios de Nova Lima e Mariana, sendo dois casos de cada município. Entre os pacientes, três são do sexo masculino e um do sexo feminino, com idade variando entre 43 e 69 anos. Desse modo, atualmente, são 11 casos confirmados de febre amarela em Minas Gerais no período 2017/2018, dos quais nove evoluíram para óbito.

Mariana

Quem também vai intensificar as ações é o município de Mariana. Após a confirmação de duas vítimas na zona rural do município, neste sábado (13), a prefeitura, por meio da Secretaria de Saúde, vai realizar um mutirão de vacinação contra a febre amarela.

A população poderá se imunizar das 7h às 14h na Policlínica do bairro Cabanas ou na Central de Vacinação, na Rua Santa Cruz, 368, Barro Preto, em Mariana.

A Prefeitura informa ainda que o município trabalha em conjunto com a Secretaria Estadual de Saúde, intensificando ações de vigilância e prevenção contra a doença. Atualmente, de acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, a cidade possui 96% da população vacinada contra a doença.

Nova Lima

Também neste sábado (13), das 9h às 16h, as Unidades Básicas de Saúde (UBS) dos bairros Cascalho, Galo, Honório Bicalho, Macacos e Santa Rita estarão abertas para vacinação contra a febre amarela. Também haverá um ponto de vacinação na Base Operacional de Segurança e Saúde Alphaville.

Belo Horizonte

Procurada pelo Bhaz, a Prefeitura de Belo Horizonte (PBH) informou que, até o momento não foi registrado nenhum caso de febre amarela. “Isso se deve ao sucesso das ações executadas com alta cobertura vacinal e ações de bloqueio ao mosquito transmissor”, diz nota da PBH.

Entretanto, a PBH ressalta que, para garantir que a população que ainda não recebeu a vacina se imunize e diante da ocorrência da doença em cidades próximas, vai abrir os centros de saúde no sábado (20), de 8h às 17h, para aplicação de doses contra a febre amarela. “Todos os centros de saúde da capital estão abastecidos com doses da vacina e, além disso, há em estoque no Nível Central, cerca de 90 mil doses. Somente no ano de 2017 foram vacinadas mais de 725 mil pessoas, alcançando uma cobertura vacinal de 83%”.

Segundo balanço da prefeitura, dois moradores de Belo Horizonte contraíram a doença fora do município. Ou seja, a transmissão não ocorreu na capital. A Secretaria de Saúde ressalta que a vacina é gratuita e todos devem levar o cartão de vacinação ou cartão do SUS.

Comentários

Rafael D'Oliveira

Jornalista e redator do portal Bhaz

Carregar mais em Minas Gerais