Home Notícias BH Barreiro começa a receber nova iluminação pública; LED traz mais conforto e economia

Barreiro começa a receber nova iluminação pública; LED traz mais conforto e economia

A região do Barreiro é a segunda da cidade a receber iluminação com lâmpadas de LED, em substituição às tradicionais de vapor de sódio, de cor amarelada. As lâmpadas de LED produzem maior luminosidade com um gasto menor de energia. O processo que acontece por etapas. Venda Nova foi a primeira região que recebeu a nova iluminação. No total, Belo Horizonte tem 182 mil pontos de iluminação

Em reportagem, o Bhaz mostrou que a solicitação para que a troca da iluminação começasse pelas áreas de periferia, não pelo hipercentro, foi feita pelo prefeito do município,  Alexandre Kalil (PHS). “Ele solicitou que iniciássemos pelas áreas de periferia, pois são esses locais em que o trabalhador acorda enquanto ainda está de noite e, muitas vezes, volta no momento em que já escureceu novamente. São nesses lugares que temos índice maior de criminalidade. É iluminar para quem precisa”, disse Marcelo Bruzzi, CEO da Belo Horizonte Iluminação Pública (BHIP), empresa que venceu a licitação aberta pela prefeitura de Belo Horizonte para a escolha da empresa que irá gerenciar o sistema de iluminação pública da Capital.

O cronograma prevê a substituição dos 182 mil pontos por luminárias LED até o final de 2020. Até agosto deste ano, as regiões de Venda Nova, Barreiro e Norte já estarão totalmente modernizadas, com aproximadamente 50 mil pontos funcionando com a nova tecnologia. Pelo cronograma, a troca da iluminação do hipercentro ocorrerá ano que vem.

Pontos verdes indicam os locais, em Venda Nova, onde já foi feita a troca das lâmpadas tradicionais pelas de LED (Divulgação/BHIP)

Monumentos terão iluminação especial

Com o objetivo de valorizar os monumentos da cidade, uma iluminação especial será colocada em 13 pontos turísticos. Os monumentos que receberão a iluminação especial serão: Praça da Liberdade e seu entorno, Viaduto Santa Tereza, Praça Duque de Caxias, Praça do Papa, Mirante das Mangabeiras (até outubro de 2018), entorno da Lagoa da Pampulha, Casa do Baile, Museu de Arte da Pampulha, Praça Alberto Dalva Simão (até outubro de 2019), Parque Municipal Américo Renné Giannetti, Praça da Estação e Museu de Artes e Ofícios (até outubro de 2020).

Comentários

Vitor Fórneas

Vitor Fórneas

Jornalista no Portal Bhaz

Carregar mais em BH