Home NotíciasEsportesDeco diz que não entendeu gestos feitos por torcedores peruanos como insultos racistas

Deco diz que não entendeu gestos feitos por torcedores peruanos como insultos racistas

O ex-jogador Deco revelou que não acredita que os torcedores do Real Garcilaso tenham sido racistas nas manifestações contra Tinga, na última quarta-feira (12), durante o jogo de estreia do Cruzeiro na Copa Libertadores. Em entrevista ao jornal “O Estado de S. Paulo”, o ex-meia especulou sobre a possibilidade dos peruanos apenas estarem tentando tirar a concentração do jogador celeste, para que ele cometesse erros na partida.

Leia também:  Pouco inspirado, Galo perde para o Botafogo e chega ao quarto jogo seguido sem vitórias no Brasileirão
Deco-foi-o-destaque-do-Fluminense-no-primeiro-jogo-contra-o-Boca-Juniors-size-598
Foto: Reprodução/TV Globo

“É claro que toda manifestação racista deve ser punida e reclamada. Isso não se discute. Mas tenho dúvidas se foi isso mesmo que o torcedor peruano tentou fazer”, afirmou o ex-jogador do Fluminense. “Mas acredito mais que a intenção era fazer com que Tinga perdesse a concentração no jogo do Cruzeiro”, completou.

Leia também:  Cidadão instala inversor fotovoltaico em sua residência e reduz conta de energia a ZERO
Leia também:  Com funcionários em greve, serviços da BHTrans podem ser suspensos a partir desta sexta-feira

As provocações contra Tinga durante o jogo causaram uma comoção nacional. Até a presidente Dilma Rousseff se manifestou pelo Twitter sobre o caso. O ministro Joaquim Barbosa também enviou o telegrama ao jogador. A Conmebol informou também que abriu um inquérito para investigar o caso.

Comentários