Home Destaques do DiaMarcio Lacerda se reúne com Aécio para tentar articular candidatura ao governo de Minas

Marcio Lacerda se reúne com Aécio para tentar articular candidatura ao governo de Minas

O prefeito de Belo Horizonte Marcio Lacerda (PSB) se reúne nesta quinta-feira (3) com o presidenciável do PSDB, senador Aécio Neves (MG), na Capital mineira. O encontro será decisivo para a definição quanto à candidatura do chefe do Executivo municipal ao governo do Estado.

“Há uma conversa, muitos apelos, não só de partidos, mas também de formadores de opinião e pessoas da comunidade, de uma maneira geral, que querem ter mais uma opção de candidatura”, explicou Lacerda durante a solenidade de entrega da prestação de contas da administração municipal na Câmara dos Vereadores de BH.

Lacerda durante conversa com vereadores na noite desta quarta-feira (2) Foto: Divulgação/Câmara Municipal de BH
Lacerda durante conversa com vereadores na noite dessa quarta-feira (2)
Foto: Divulgação/Câmara Municipal de BH

O PSDB e o PSB construíram uma aliança em Minas Gerais há dois anos, quando o PT decidiu lançar candidatura própria à prefeitura de Belo Horizonte com Patrus Ananias. Nos bastidores, comenta-se que Lacerda não gostou de ter ficado fora das negociações de um possível apoio a Pimenta da Veiga, nome defendido por Aécio para a disputa pelo governo. Eduardo Campos, presidenciável do PSB, estaria disposto a formar uma base para que o partido possa entrar na briga pelo posto de chefe do Executivo estadual em Minas.

Ainda assim, os tucanos acreditam que Aécio deve encontrar meios para convencer Lacerda a recuar e apoiar Pimenta da Veiga, talvez apresentando a proposta de uma candidatura a vice-governador. Caso isso não aconteça, o prefeito de BH considera a possibilidade de lançar uma chapa própria, com a aprovação e ajuda de Eduardo Campos, existindo a hipótese de aceitar a formação de uma nova aliança com o PSDB em um eventual segundo turno.

Na Câmara Municipal, Lacerda ressaltou que mantém uma relação de alto nível com os tucanos. Desde que foi reeleito, o prefeito diz em entrevistas que tem um “compromisso com a cidade”, mas aliados confirmam que ele sempre cogitou a possibilidade de se candidatar ao cargo de governador. Caso decida disputar as eleições, ele tem que deixar o cargo na administração municipal até esta sexta-feira (4).

Comentários