Home Eleições 2014 Em Sergipe, Zé Maria critica machismo, racismo e homofobia

Em Sergipe, Zé Maria critica machismo, racismo e homofobia

O candidato à Presidência da República pelo PSTU, Zé Maria, cumpriu agenda de campanha nesta segunda-feira (11) em Sergipe. O candidato fez panfletagem no início da manhã na entrada de uma fábrica de fertilizantes no município de Laranjeiras, a cerca de 20 quilômetros da capital do estado, Aracaju. Durante o compromisso, o candidato criticou o machismo e outras formas de discriminação.

De acordo com Zé Maria é preciso “atacar o machismo, racismo, homofobia e a violência policial contra os pobres e negros nas periferias dos grandes centros urbanos”. O candidato do PSTU voltou a defender um modelo econômico que priorize os trabalhadores e o não pagamento da dívida pública. Zé Maria disse ser a favor da estatização de bancos e empresas e das terras controladas pelo agronegócio, colocando os bens nacionalizados a serviço da população.

No domingo (10), também em Sergipe, ele participou de uma passeata na feira de Carmópolis, município a 31 quilômetros de Aracaju. Também em Carmópolis, inaugurou seu comitê de campanha. No evento, defendeu uma Petrobras inteiramente estatal. “Não podemos deixar que a maior empresa do nosso país esteja a serviço dos lucros dos acionistas. Defendemos a volta do monopólio estatal do petróleo como forma de fortalecer a Petrobras”, declarou.

Segundo sua assessoria de comunicação, Zé Maria é o primeiro presidenciável a visitar Sergipe desde o registro das candidaturas.

Comentários