Home Notícias Pimenta da Veiga declara que a grande obra do seu governo será construção de gasoduto de R$ 750 mi

Pimenta da Veiga declara que a grande obra do seu governo será construção de gasoduto de R$ 750 mi

A expansão das obras de implantação de gasodutos em Minas Gerais voltou a ser discutida pelo candidato ao governo, Pimenta da Veiga (PSDB), nessa terça-feira (12). Durante visita à cidades do Triângulo Mineiro, o tucano afirmou com todas as letras que “a grande obra” do seu governo será construção de um gasoduto naquela região.

O candidato ainda destacou a implementação da rede de distribuição de gás natural até Uberaba na gestão de Antonio Anastasia, que é candidato ao Senado pelo seu partido. Segundo Pimenta, a obra vai possibilitar a construção de uma fábrica de amônia na cidade, interligando 457 km de Betim ao Triângulo. A previsão de conclusão é até 2016, com investimentos de cerca de R$ 750 milhões do Governo de Minas.

“A execução vai ser feita a partir do começo do ano e todas as datas vão ser respeitadas. O gasoduto vai mudar a história econômica de Uberaba e do Triângulo Mineiro. Quero repetir: o gasoduto vai ser cumprido rigorosamente dentro dos prazos”, disse. Para o candidato, a ampliação do sistema de distribuição de gás natural atrairá novos investimentos, gerando novos empregos.

Ao desembarcar em Araguari, prometeu ainda mais. “O gasoduto virá, num primeiro momento, até Uberaba e, depois, chegará a Ituiutaba e Araguari, gerando ainda mais desenvolvimento para toda a região e para todo o Estado”. Outra proposta do PSDB é a pavimentação do trecho de 240 quilômetros da estrada que liga  Araguari à divisa com Goiás, e a construção de uma unidade de tratamento intensivo (UTI) neonatal em Ituiutaba.

De acordo com assessoria de Pimenta da Veiga, o programa estadual de distribuição de gás beneficia 31 municípios nas regiões do Triângulo Mineiro, Grande BH, Vale do Aço, Sul de Minas e região da Mantiqueira, com mais de 800 quilômetros de gasodutos. Além disso, existem projetos do governo neste setor para obras em Juiz de Fora, na Zona da Mata.

Comentários