Home Eleições 2014 PSDB daria apoio formal à Marina em segundo turno

PSDB daria apoio formal à Marina em segundo turno

De acordo com o repórter  Brian Winter, da Agência Reuters de notícias, em matéria divulgada nesta quarta-feira (20), o partido do senador mineiro Aécio Neves, candidato à presidência pelo PSDB, teria confirmado apoio formal à Marina Silva (PSB) em um eventual segundo turno contra a presidente Dilma Rousseff (PT).

A fonte da matéria seria um político do alto escalão do PSDB, que pediu para não ser identificado, e que teria feito a afirmação em detrimento do bom desempenho da candidata do PSB na última pesquisa Datafolha divulgada na segunda-feira. Na pesquisa Marina aparece com 21% das intenções de votos, um ponto percentual a frente do candidato tucano, que teve 20% dos votos. Dilma lidera a pesquisa com 36%.

Nesta quarta-feira o PSB deve confirmar a candidatura de Marina Silva para presidência e o nome de Beto Albuquerque (PSB-RS) como vice na chapa. Como a candidata socialista disputa diretamente com o senador tucano uma vaga no segundo turno das eleições o PSDB decidiu já declarar apoio à socialista em um eventual segundo turno, pelo menos é o que diz a fonte tucana.

Segundo a fonte, a medida tem o objetivo de diminuir as chances da presidente Dilma Rousseff ser reeleita e fazer com que o PT fique no comando do país por mais quatro anos. Vale lembrar que o partido está à frente do executivo nacional desde 2002, na primeira eleição de Lula. “O Brasil precisa de uma mudança, uma renovação. O país não pode tolerar mais quatro anos (de Dilma)”, disse uma fonte tucana de alto escalão.

No entanto, o PSDB emitiu nota desmentindo declaração de apoio à Marina Silva em um eventual segundo turno. “A Coligação Muda Brasil esclarece que, em nenhum momento, se considera a possibilidade de Aécio Neves não disputar o segundo turno e vencer a eleição presidencial. Qualquer outra avaliação é fantasiosa”, disse o partido.

Comentários