Home Notícias Minas Gerais Reforma administrativa elimina sete órgãos do governo de Minas

Reforma administrativa elimina sete órgãos do governo de Minas

O governador Fernando Pimentel (PT) pretende extinguir a Secretaria de Desenvolvimento Econômico e outras seis unidades da administração estadual. Criará uma secretaria, a de Administração Prisional, e fundirá dois outros órgãos. Essa é a síntese da reforma administrativa que deve ser enviada nos próximos dias à Assembleia Legislativa com o intuito de economizar R$ 1 bilhão ao ano.

Conforme informações obtidas com exclusividade pelo Hoje em Dia, a ideia do governador é acabar com duas pastas. Além do Desenvolvimento Econômico, será extinta a Secretaria-Geral da Governadoria, cujo titular é Eduardo Serrano.

No Desenvolvimento, ocupa o cargo Altamir Rôso, indicado pela Federação das Indústrias de Minas Gerais (Fiemg). A pasta tem por objetivo promover ações que resultem na atração de empreendimentos ao Estado. A função será compartilhada com outras secretarias e unidades do governo, como a de Obras Públicas e a Companhia de Desenvolvimento de Minas Gerais (Codemig).

Continue lendo no site do Jornal Hoje em Dia

Comentários