Home Notícias BH Pai colocou filho recém-nascido à venda na OLX por ‘brincadeirinha’

Pai colocou filho recém-nascido à venda na OLX por ‘brincadeirinha’

O anúncio de venda de um bebê postado nessa segunda-feira (28) no site da OLX, gerou indignação dos internautas. O post que dizia “Vendo lindo bebê com 10 dias de vida. Homem lindo com saúde total e comprovada. ótimo investimento. Valor a combinar”, foi classificada pelo pai da criança, um jovem de 24 anos, como brincadeirinha.

Segundo a delegada Ana Maria Santos, na tarde da última terça-feira (29), a família, que mora em Contagem, foi localizada em uma casa em Ibirité. No começo, o homem, que é motorista de uma van e possui um lava jato, negou o crime.

“Primeiro ele disse que não sabia quem havia feito o post. No entanto, depois confessou. Disse que estava olhando as fotos do filho no celular da mulher quando percebeu que o aplicativo da OLX estava aberto. Nesse momento, teve a ideia de colocar o anúncio como uma brincadeira”, contou a delegada.

image (6)

A mãe da criança, de 23 anos, disse que não teve envolvimento no crime e não sabia o que tinha acontecido. O homem também inocentou a companheira.

Segundo o jornal O Tempo, Além do bebê, que tem 15 dias e não 10, como anunciado, o casal, que está junto há três anos, tem um menino de 2 anos e cria a sobrinha de 4 anos da mulher como filho.

“Ele não tinha antecedentes criminais e a família não passa por nenhuma dificuldade financeira. Mesmo ele dizendo que foi uma brincadeira, vamos investigar se ele realmente não queria vender a criança”.

De acordo com os vizinhos do casal, as crianças sofriam maus-tratos, e por esse motivo, elas foram entregues à avó materna.

O homem será encaminhado ao Centro de Remanejamento do Sistema Prisional (Ceresp) de Contagem e responderá por “submeter criança ou adolescente sob sua autoridade, guarda ou vigilância a vexame ou a constrangimento”, com pena de seis meses a dois anos de prisão e “prometer ou efetivar a entrega de filho ou pupilo a terceiro, mediante paga ou recompensa”, com pena de um a quatro anos de reclusão, além de multa.

Esclarecimento da OLX

Por meio de nota, o site da OLX lamentou o ocorrido, retirou a publicação do ar e afirmou que se coloca disposição das autoridades que investigam o caso.

image (5)

 

Comentários