Home Notícias Minas Gerais Minas ganha ‘Dia do Doador de Medula Óssea’ na tentativa de aumentar número de voluntários

Minas ganha ‘Dia do Doador de Medula Óssea’ na tentativa de aumentar número de voluntários

O Brasil conta com o terceiro maior número de dados cadastrais do mundo sobre doadores voluntários de medula óssea — ficando atrás somente dos Estados Unidos e da Alemanha. Ainda assim, segundo o Ministério da Saúde, o número é insuficiente para atender a demanda visto que a probabilidade de se encontrar um doador compatível é de 1 em cada 100 mil.

Com o objetivo de conscientizar os mineiros para a importância de se cadastrar como doador, foi publicado no Diário Oficial de Minas Gerais, na última quinta-feira (14), uma lei que institui o Dia Estadual do Doador de Medula Óssea. A data será comemorada anualmente em 14 de dezembro.

Espera-se, assim, conjugar os esforços estaduais com os nacionais na conscientização sobre a importância da doação, facilitando o tratamento da leucemia no Estado e ao mesmo tempo homenageando as pessoas que já são doadoras.

Nesse sentido, em uma ação conjunta da Fundação Centro de Hematologia e Hemoterapia de Minas Gerais (Hemominas), e da Assembleia Legislativa de Minas Gerais, realizada na sede do Legislativo, no útimo dia 21 de junho, foram cadastrados doadores potenciais e colhidas amostras de sangue para checagem da compatibilidade entre doadores e pacientes.

O que é – Tecido líquido-gelatinoso que ocupa o interior dos ossos, é na medula óssea que são produzidos os componentes do sangue: as hemácias (glóbulos vermelhos), os leucócitos (glóbulos brancos) e as plaquetas.

O transplante de medula óssea é indicado como parte do tratamento em algumas doenças sanguíneas, como a anemia aplástica grave, as mielodisplasias e determinados tipos de leucemia, também conhecido como câncer no sangue.

Os potenciais doadores de medula primeiramente repassam dados básicos como identidade, data de nascimento, CPF, endereço, contatos de telefone e e-mail. Depois submetem-se a uma coleta de sangue.

Com ALMG

 

Guilherme Scarpellini

Guilherme Scarpellini é redator de política e cidades no Portal Bhaz.

Comentários