‘Acordei e não era sonho’, diz Miss Brasil após quebrar jejum de 30 anos

Reprodução/Instagram

O concurso que elege a mulher mais bonita do país, o Miss Brasil, ocorreu na noite desse sábado (1º), em São Paulo, e terminou com a coroação da candidata representante do Paraná: Raissa Santana.

A jovem, de 21 anos, levou a melhor em uma prova de automaquiagem e ao montar um look completo em apenas 30 segundos. Ela ficou à frente das concorrentes do Rio Grande do Norte, Danielle Marion, e do Maranhão, Deise D’anne, segundo e terceiro lugar respectivamente. Esta edição do concurso foi a primeira com seis candidatas negras.

candidatas-negras
Seis candidatas negras estiveram na disputa
Bhaz

Raisa Santana substitui Marthina Brandt, a Miss Brasil 2015. A estudante de Marketing é a segunda candidata negra a ser coroada como a mulher mais bela do país. A primeira e única postulante negra que havia levado a coroa, até então, foi a gaúcha Deise Nunes, em 1986.

A paranaense quebrou um jejum de 30 anos e a internet se rendeu ao carisma e à beleza dela. Milhares de publicações nas redes sociais comemoram, desde a noite desse sábado (1º), a conquista de Raissa.

miss-brasil3
Reprodução/Instagram

Por meio do Instagram, ela agradeceu aos admiradores antes da realização do concurso. “Eu não consigo imaginar meu futuro, não sei o que Deus tem pra mim”, escreveu. “O que me aconteceu até hoje foram coisas que confesso ser além de sonhos. Agradeço a todos vocês que estão vivendo em meus e por meus sonhos”, completou.

Mais tarde, após a conquista, ela publicou uma foto coroada e comemorou: “EU SOU MISS BRASIL”.

Roberth Costa
Roberth Costaroberth.costa@bhaz.com.br

Editor do BHAZ desde junho de 2018 e repórter desde 2014. Participou do processo de criação do portal em 2012. É formado em Publicidade e Propaganda pela Faculdade Promove. Participou de reportagens premiadas pela CDL/BH em 2018 e 2019, além figurar entre os finalistas do prêmio Sindibel, também em 2019.