Manchete com trocadilho que sexualiza jogadoras da seleção rende críticas a jornal

A seleção feminina de futebol deu um show de bola ganhando da Rússia de 4 a 0 no último domingo (11). A partida aconteceu na Arena da Amazônia e com a goleada a equipe garantiu vaga para a final do Torneio Internacional de Manaus. A vitória ganhou espaço na mídia em todo o país, porém um jornal local decidiu fazer um trocadilho com o resultado da partida e virou alvo de críticas.

A chamada do Manaus Hoje cravou: “Meninas dão de quatro”. O cunho machista e sexual da manchete foi duramente criticado pela comunidade que acompanha futebol feminino.

Renata Mendonça, jornalista da BBC Brasil e uma das responsáveis pelo coletivo Dibradoras, afirmou que a manchete foi uma falta de respeito. “A maioria das piadas que fazem (no jornal) é de cunho sexual com corpo de mulheres. Achei que foi uma tremenda falta de respeito. Especialmente em um momento desse, em que temos a primeira mulher técnica de uma seleção de futebol estreando no comando do time (Emily Lima). Tem a Formiga se aposentando, a maior atleta da história do esporte brasileiro. Nunca nenhum atleta disputou seis Olimpíadas. E eles dão a notícia com esse tom”, disse Renata em entrevista ao UOL.

A manchete sexista foi reavaliada pelos editores da publicação, que prometeram uma retratação na edição de terça-feira (13) do diário. “A gente fez uma autoavaliação e admitiu que cometeu um erro. Passamos do ponto. Estamos preparando uma nota pedindo desculpas”, disse Elton Rodrigues, também em entrevista ao UOL.

Nas redes sociais, os usuários receberam condenaram a manchete publicada pelo jornal.

O Sindicato dos Jornalistas do Amazonas também se pronunciou, lançando uma nota de repúdio afirmando que o título “fere dignidade das mulheres”.

Avatar
Letícia Almeida

Letícia Almeida é redatora no Portal Bhaz