Capital mundial dos botecos: estudo mostra que BH tem 28 bares a cada km²

Bares são atrações na capital mineira

Um levantamento da Prefeitura de Belo Horizonte (PBH), por meio de dados da Prodabel, mostra que a capital tem 28 bares a cada quilômetro quadrado (Km²). Os números consideram a área total de limite do município, que é de 332 Km². Fato que reafirma a fama de BH como capital mundial dos botecos.

Segundo dados do registro de atividades econômicas da PBH, estruturados com base no Cadastro Nacional de Atividades Econômicas, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a capital tem, atualmente, mais de 9,5 mil estabelecimentos cadastrados. A partir da utilização dos dados espaciais e da base cartográfica da Prodabel, é possível gerar este tipo de mapeamento.

Bairros

Em relação aos bairros da cidade que concentram o maior número de estabelecimentos, destaca-se a região central com 704 bares. Logo após, o bairro da Graça, com 355 e, na sequência, a Savassi, com 235.

Fechando a lista das dez localidades com maior número aparecem os bairros Santa Efigênia, com 192, Barro Preto (169), Lourdes (157), Barreiro (142), Sagrada Família (138), Prado (132) e Floresta (132).

Com relação à concentração, o mapa de densidade aponta para a existência de duas áreas de destaque: o entorno do Centro e do bairro da Graça.

(Divulgação/PBH)

Avenidas

Já em relação às ruas e avenidas da cidade, a Cristiano Machado aparece em primeiro lugar com 146 bares. Em média, o número equivale a um bar a cada 81 metros.

A avenida do Contorno tem 118 estabelecimentos, um bar a cada 101 metros.  A Amazonas 108 bares, um a cada 85m. A Augusto de Lima com 77, um a cada 27m e a rua da Bahia com 68,  um a cada 42m, completam a lista das cinco primeiras colocadas.

Nesta avaliação, vale ressaltar que, de acordo com os dados, não significa que há uma distribuição uniforme dos bares. Foi levada em consideração apenas a concentração de estabelecimentos e a extensão das vias.

Rafael D'Oliveira
Rafael D'Oliveirarafael.doliveira@bhaz.com.br

Repórter do BHAZ desde janeiro de 2017. Formado em Jornalismo e com mais de cinco anos de experiência em coberturas políticas, econômicas e da editoria de Cidades. Pós-graduando em Poder Legislativo e Políticas Públicas na Escola Legislativa.