Home Notícias Minas Gerais Foto do ex-goleiro Bruno pode representar violação do regime fechado; defesa nega

Foto do ex-goleiro Bruno pode representar violação do regime fechado; defesa nega

Uma foto do ex-goleiro Bruno com a filha Isabella e a esposa Ingrid Calheiros está circulando pelo Whatsapp e pode ter sido tirada no Núcleo de Capacitação pela Paz (Nucap), em Varginha. Se for comprovado, seria uma violação do regime fechado no qual o ex-atleta ainda cumpre pena de 22 anos por cárcere privado, assassinato e ocultação de cadáver de Eliza Samúdio.

A defesa do ex-goleiro negou que a foto teria sido feita fora do presídio e disse que tudo não passa de boatos e uma perseguição da imprensa. Ainda de acordo com a defesa, o ex-goleiro já teria direito à progressão de regime, pois já cumpriu um sexto da sentença.

Relembre o caso

Bruno foi condenado em 2013 a 22 anos e 3 meses de prisão poe cárcere privado, assassinato e ocultação do corpo de Eliza Samúdio, modelo com quem teve um filho e não reconhecia a paternidade. A pena abrangeu o fato de ele sequestrar e manter o garoto chamado de Bruninho em cárcere privado.

Quando Bruno foi preso, ele era jogador titular do Flamengo. O corpo de Eliza Samúdio nunca foi localizado. Ela tinha 25 anos quando desapareceu, em 2010.

Comentários

Vitor Fernandes

Vitor Fernandes

Jornalista e redator no Portal Bhaz

Carregar mais em Minas Gerais