Jovem denuncia homem se masturbando durante voo: ‘Me senti desamparada’

Belo-horizontina denunciou o caso na web

Uma jovem de Belo Horizonte denunciou, pelas redes sociais, um homem que estava masturbando durante um voo de Belo Horizonte para São Paulo da empresa Avianca, neste domingo (11). No relato, ela conta que o homem sentou-se ao seu lado e iniciou o ato por cima da calça.

Para comprovar a denúncia, ela filmou a ação do homem. “Como eu sabia que ninguém acreditaria se eu só gritasse, comecei a filmar”, escreveu. Ao Bhaz, Vitória Antunes, de 21 anos, contou que esperou os agentes de bordo chegarem próximo a ela para relatar o que estava acontecendo. Ela disse que, ao contar o que ocorria, os comissários ignoraram o relato e a orientaram a trocar de lugar, algo que ela não fez.

Ela afirmou, também, que o que a deixou ainda mais triste foi o fato de nenhum dos passageiros terem se solidarizado com ela. “Me senti desamparada, pois ninguém se dispôs a me ajudar. Chorei durante o voo, mas logo parei, pois não merecia passar por isso”, disse.

A jovem ainda contou que o homem ficou um tempo no banheiro após o avião aterrissar, pensando que não iria mais encontrá-la. Porém, ela ainda estava na aeronave e, ao sair, encontrou-o conversando com os comissários. “Ao passar por ele perguntei: ‘Terminou de masturbar no banheiro?'”, disse.

Até o momento a Avianca ainda não entrou em contato com Vitória. Ela espera que a empresa a ajude na localização do homem para que o boletim de ocorrência seja feito. “Desejo que eles entendam a gravidade do que ocorreu e que instruam suas equipes para que saibam lidar em situação semelhante”, afirmou.

Em seu perfil nas redes sociais, o relato já se aproxima das 900 reações e de 500 compartilhamentos. “Muitas pessoas mandaram mensagem dizendo que já passaram por isso, mas que não tiveram a coragem de denunciar. Estou feliz com o apoio recebido das pessoas”, contou.

Sobre não ter recebido o mesmo apoio dos passageiros, Vitória acredita que sofreu preconceito pela sua personalidade. “Tenho tatuagens, não sou a moça loira que a sociedade em geral gosta. Minha aparência foge do que as pessoas gostam”, disse.

A Avianca emitiu a seguinte nota sobre o caso:

“A Avianca Brasil esclarece que, em relação a ocorrência no voo 6145 CNF-GRU,  está investigando internamente o ocorrido e tomará as medidas cabíveis. A companhia reforça que repudia veementemente todo tipo de comportamento inadequado de qualquer indivíduo que voe com a empresa”.

Vitor Fórneas
Vitor Fórneasvitor.forneas@bhaz.com.br

Repórter do BHAZ desde maio de 2017. Jornalista graduado pelo UniBH (Centro Universitário de Belo Horizonte) e com atuação focada nas editorias de Cidades e Política. Teve reportagens agraciadas pelo prêmio CDL.