Home Notícias Brasil ‘Magnata do sexo’ expõe e apalpa corpo de mulher ao comemorar prisão de Lula

‘Magnata do sexo’ expõe e apalpa corpo de mulher ao comemorar prisão de Lula

O empresário Oscar Maroni, conhecido como magnata do sexo, distribuiu nove mil latas de cerveja em comemoração à prisão do ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva (PT). Durante a festa, ele  expôs mulheres em frente ao Bahamas Hotel Club, em São Paulo, enquanto estava vestido de irmão Metralha. Fotos que mostram a situação viralizaram pelas redes sociais, o que fez Maroni ser alvo de críticas.

Como forma de comemorar a prisão do petista, o empresário montou uma espécie de altar com fotografias do juiz Sérgio Moro e da presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) Carmen Lúcia. Para ele, os dois foram responsáveis pela justiça ter sido feita. Um vídeo também mostra Maroni apalpando uma mulher. Ele acaricia os seios dela diante de uma multidão que estava no Bahamas Hotel Club.

Oscar Maroni foi condenado em 2011 a uma pena de 11 anos e oito meses de prisão, em primeira instância, por favorecimento à prostituição e manutenção de local destinado a tais encontros. Em 2013, no entanto, o proprietário foi inocentado, a partir de um entendimento do Tribunal de Justiça de que o Bahamas não se caracterizava como boate de prostituição, apesar de prostitutas frequentarem o estabelecimento.

Comentários

Vitor Fórneas

Vitor Fórneas

Jornalista no Portal Bhaz

Carregar mais em Brasil