Home Notícias Brasil Homem processado após enviar ‘gemidão do WhatsApp’ grava vídeo pedindo desculpas

Homem processado após enviar ‘gemidão do WhatsApp’ grava vídeo pedindo desculpas

O “gemidão do WhatsApp” fez muitas vítimas no ano passado e virou assunto nas redes sociais. Para um homem que vive no Piauí, no entanto, a “brincadeira” rendeu um processo na Justiça. Identificado como Rogério Antão, ele teve que se retratar após enviar o áudio com uma imagem da prefeita da cidade de Pio XI, no Sul do estado. Para isso, gravou um vídeo e o divulgou na web.

O juiz José Eduardo Couto de Oliveira foi o responsável pela decisão. O magistrado determinou que o réu gravasse as imagens com falas em que se compromete a respeitar a prefeita Regina Coeli. O homem concordou com a sentença. “Meu nome é Rogério Antão e quero aqui me retratar da postagem ofensiva que fiz a prefeita Regina, pedindo as minhas mais sinceras desculpas e me comprometendo a respeitá-la”, disse após ser orientado pelo juiz.

“O autor do fato se compromete a respeitar a vítima, pedindo desculpas pelo ocorrido, bem como fazer um vídeo e divulgá-lo no mesmo grupo de WhatsApp em que ocorreu a divulgação do vídeo ofensivo”, definiu o magistrado.

A prefeita processou o homem por ter se sentido ofendida enquanto pessoa e não em relação ao cargo que ocupa. Quem recebeu o áudio, abria a mensagem com uma suposta entrevista de Regina.

+ Conheça a voz que está por trás do ‘gemidão do zap’

Assista ao vídeo:

Roberth Costa

Roberth Costa é publicitário, repórter e editor no Bhaz.

Comentários

Carregar mais em Brasil