Home Variedades Previsão para final da Copa tem Egito, Alcione, sequestro e ataque de urso; texto viralizou

Previsão para final da Copa tem Egito, Alcione, sequestro e ataque de urso; texto viralizou

A Copa do Mundo na Rússia começa oficialmente no dia 14 de junho deste ano, porém, um belo-horizontino fez uma “previsão” da final do torneio. A publicação viralizou nas redes e está divertindo os internautas.

De forma bem humorada, o publicitário Rafael Otati escreveu uma crônica sobre a decisão do mundial. No texto, Brasil x Egito se enfrentam em um jogo cheio de emoções e confusão. Para chegar a final, o Brasil teria passado pela França nos pênaltis e o Egito por Portugal, que estaria sem Cristiano Ronaldo, morto por um urso (??).

Durante o texto, o autor brinca com diversos temas. Logo no início, o Egito marca o primeiro gol aos 35 segundos de jogo, com a sensação Salah. A postagem já teve centenas de compartilhamentos e a repercussão tem sido muito positiva.

Se o Brasil vai ganhar a Copa do Mundo ainda não sabemos. Mas, que o brasileiro é muito criativo e leva a melhor na hora de fazer humor, isso não podemos negar. E no fim dessa história, será que deu Brasil? Leia o texto na íntegra:

FINAL DA COPA DO MUNDO

Brasil x Egito

Após campanha esplêndida o time africano está na primeira final.
O Brasil ganhou a semifinal nos pênaltis da França.
Egito passou fácil por Portugal (sem Cristiano Ronaldo, que faleceu vítima de um urso).
O capitão da seleção é Renato Augusto. O capitão egípcio é Salah.
Cara ou coroa apertado, a seleção brazuca ganha por pouco na moeda.
Renato Barriga dá um sorriso para Tite, seu pai.
Começo de jogo. Com 35 seg, após confusão na saída, gol de Salah.
Egito em festa. Decretada paz no país até o fim do jogo.
Thiago Silva não chora, mas seus olhos já estão lacrimejando.
“VAMO PORRA, E-G-I-T-O CARALHO! OS CARA TEM NEM ASFALTO” grita Taffarel, do banco.
Saída de bola. Brasil sai jogando errado com Willian. Egito recupera a bola.
2’’45’. Gol do Egito.
Novamente: Salah. Tiros para cima e gritos de “الأفعى سوف تدخ” são ouvidos em Cairo.
Os torcedores no estádio fazem uma festa iluminada por narguiles.
A polícia russa é acionada. Pancadaria generalizada na arquibancada.
Salah pede calma. Torcedores continuam jogando carvão em brasa nos policiais.
Fim da confusão. Jogo reiniciado.
Galvão Bueno full pistola colocando a culpa da derrota na não-convocação do menino Arthur.
Tite tira a gravata.
Neymar pede calma aos companheiros e promete 1 ano de McDonalds grátis caso a virada aconteça.
Jogo reinicia em ritmo lento. Seleção parece já aceitar a derrota.
15” de jogo: Fagner cruza na área e Fernandinho cabeceia na trave. “UUUUUUUH’ grita a torcida verdiamarela.
Emad Moteab puxa o contra-ataque e Casemiro comete falta grave.
Casemiro é expulso.
Agora sim Thiago Silva chora. Chora como se não houvesse mais amanhã. Era o fim.
Pressão do Egito.
Pressão do Egito.
Goleiro Alisson pegando tudo lá atrás, enquanto é cobiçado por aproximadamente 639 milhões de pessoas ao redor do mundo.
Tite olha para o banco.
Fred, Douglas Costa, Geromel, Filipe Luís, Firmino e Taison parecem ser boas apostas.
Tite improvisa Filipe Luís na lateral direta e desloca Fagner para o meio.
Galvão Bueno PUTO abandona a transmissão da Globo. Quem narra agora é Roger Flores.
A torcida brasileira, indignada com a alteração, sequestra um primo de Tite, no Rio Grande do Sul. Marcos.
A mudança dá certo.
Após troca de passes mirabolante, gol do Brasil: Phillipe Coutinho.
Galvão Bueno esboça um sorriso na porta do estádio, mas ainda está triste.
Egípcios no estádio voltam a fumar desenfreadamente.
Fim do primeiro tempo. 2×1 para o Egito.
Brasil com um a menos em campo.
Neymar pipocando mais que o CR7 (antes de ser assassinado pelo urso).
Brasileiros cabisbaixos no estádio.
Um torcedor alcoolizado, em Volta Redonda, tira a música “Não peça pra ficar – Alcione” de outro torcedor, do jukebox, e é assassinado com um espeto de madeira. O clima é tenso nos bares.
No vestiário, jogadores ouvem um esporro quilométrico de David Luiz, convidado pela comissão técnica.
Gabriel Jesus se irrita com as palavras e abandona a partida, ainda no intervalo. Firmino entra.
Jogo reinicia.
PRESSÃO DO EGITO.
Bola na trave de Mohamed Hassan.
Galvão Bueno sofre um AVC e infelizmente morre.
Transmissão interrompida. Plantão da Globo entra em cena para comunicar a morte de Galvão.
Torcida no Brasil em choque. Na Rússia, ainda ninguém ficou sabendo.
Globo volta a transmitir o jogo. 2×2. Miranda, de cabeça.
Brasileiros se revoltam em ter perdido o gol e já não se importam mais com Galvão. “FODA-SE”, disse Josias, um ambulante de Alvorada do Gurgueia, no Piauí.
A torcida está confiante no hexa.
Thiago Silva finalmente para de chorar.
No Egito a paz foi revogada. Assassinatos começam a ocorrer. Trânsito todo embucetado.
35” do segundo tempo.
Após uma lambança de Marcelo, pênalti pro Egito.
Thiago Silva volta a chorar.
Pela terceira vez, a torcida do Egito acende os narguiles.
É o fim do hexa?
Bola bate no travessão e entra. Terceiro gol de Salah.
Opa pera lá, muita calma ladrão.
ÁRBITRO DE VÍDEO ENTRA EM CAMPO DIZENDO QUE A BOLA NÃO ULTRAPASSOU A LINHA. Gol anulado.
Pancadaria generalizada, dessa vez, dentro de campo.
Hossam Ghaly, meia do Egito, cospe no árbitro e é expulso.
Salah e Firmino trocam socos. O brasileiro quebra o nariz.
Esse é o fim da mistura do Brasil com o Egito no time do Liverpool.
Fim da confusão.
Firmino caído em campo. Taison entra.
43” do segundo tempo.
NEYMAR RESOLVE APARECER PARA O JOGO.
Jogo aflito. 2×2.
Neymar recebe pela direita, toca para Coutinho, que é derrubado próximo a área. Falta.
Se Galvão estivesse vivo seria uma gritaria da porra na transmissão.
No cu dos brasileiros em todo o mundo não passa nem um átomo.
Essa é nossa chance. O hexa é agora ou nunca.
Neymar para bola. 44”30′.
Neymar vai para a bola e……. Taison cobra a falta.
3×2.
Dedo no cu e gritaria.
Pelé também sofre um AVC, mas não morre. Apenas não terá mais os movimentos na parte direita do corpo.
Na Rússia, os torcedores do Egito começam a se matar. No Egito, os torcedores começam a assassinar camelos em meio a um protesto contra a família Ghaly (família do meia que cuspiu no juíz), maior produtora de camelos do país.
Guerra no Egito.
No Brasil, o povo tá muito loko. Quebrando tudo. Direita e esquerda em paz.
47” do segundo tempo: fim de jogo.
Brasil é hexa.
TAISON É MAIOR QUE MESSI.
Bruna Marquezine coloca uma aliança dentro da taça, e quando Renato Augusto vai levantar ela derruba de propósito.
Neymar não aceita o pedido de casamento.
Climão no estádio.
Brasil é hexa mas o amor ainda não reina por aqui.
A torcida devolve o primo de Tite, Marcos, sequestrado no Rio Grande do Sul.
A festa do título vai ser em Copacabana. Carreta Furacão é atração confirmada.

Texto de Rafael Otati

Vitor Fernandes

Vitor Fernandes

Jornalista e redator no Portal Bhaz

Comentários