Home TV BHAZDedé fala sobre Seleção Brasileira e cutuca Atlético em entrevista ao Bhaz

Dedé fala sobre Seleção Brasileira e cutuca Atlético em entrevista ao Bhaz

O zagueiro Dedé, do Cruzeiro, conversou com o Bhaz, na Toca da Raposa II. O atleta comentou alguns memes que os torcedores fizeram, respondeu comentários no Instagram, falou sobre ter sido lembrado por Tite na convocação para a Seleção Brasileira e ainda cutucou o rival mineiro.

Bem-humorado, o atleta celeste viu alguns memes e respondeu a comentários de torcedores no Instagram. “Eu vejo isso aí (risos), o pessoal me marca e olho. […] A torcida tem uma criatividade muito grande”, comenta o zagueiro.

Rivalidade entre Cruzeiro e Atlético

Ao ser perguntado sobre a rivalidade em Minas Gerais, o atleta afirma. “Com todo respeito ao Clube Atlético Mineiro, mas é incomparável. O Cruzeiro, por ter tantos títulos, tantas histórias no cenário nacional, é impossível um torcedor do Cruzeiro perder na zoeira para um torcedor atleticano”, comenta o zagueiro.

Dedé explica que no futebol tem dessas brincadeiras. “Eu acho que tem que ter isso no futebol. Sempre teve, isso que aumentava a rivalidade e esquentava os jogos. Brincadeiras sadias eu acho válidas, sim”, conta Dedé.

O zagueiro, que já jogou pelo Vasco da Gama, relata que o cenário de rivalidade por aqui é diferente. “Aqui em Minas a zoeira é bem pegada. No Rio são quatro times grandes, que brigam mesmo. Mas aqui em Minas são dois times. Então, quando a gente perde e saímos na rua, é certo de encontrar um atleticano ou cruzeirense. A zoeira aqui rola mais que no Rio”, completa.

Seleção Brasileira

Dedé foi lembrado por Tite no momento de convocação da Seleção Brasileira. O treinador fez elogios à recuperação do zagueiro, que passou por uma lesão grave, e o confirmou como um dos 12 suplentes para a Copa do Mundo de 2018.

“Eu estava aqui na Toca jogando vídeo-games no dia e meus amigos todos falando que eu poderia ser chamado. Eu sinceramente não esperava nem estar nessa lista de suplentes. O Maikyson, assessor do Cruzeiro, me chamou e perguntou se eu tinha visto o que o Tite falou de mim”. conta.

“Foi um momento muito especial da minha carreira, emocionante, fiquei muito emocionado mesmo, um dia inteiro assim em êxtase. Essa pré-convocação foi uma coisa mais gostosa de receber do que minha própria convocação em 2011. Por tudo o que eu passei, por todos os momentos difíceis e o pouco tempo de trabalho perto de uma Copa”, relata.

Sobre ir para Copa deste ano, Dedé deixa claro que não pensa nisso e está com os pés no chão. “Eu estou mais no torcida, tenho muitos amigos ali. Recebi mensagens de grandes jogadores, como o Neymar, com quem tive uma amizade. Ele mandou mensagem me parabenizando por tudo e falando que gostaria muito que eu estivesse lá. Tenho muito carinho pelos jogadores lá e torço bastante para o Brasil em jogos”, explica o jogador.

“Eu sempre friso que estou pronto para qualquer chamada, em qualquer momento. Se tiver oportunidade de ir, estou pronto. Eu prefiro que o Brasil seja campeão o mais rápido possível. Quem sabe na próxima convocação eu posso ter uma oportunidade”, completa.

Vitor Fernandes

Vitor Fernandes

Repórter do BHAZ desde fevereiro de 2017. Jornalista graduado pela PUC Minas, com experiência em redações de veículos de comunicação. Trabalhou na gestão de redes do interior da Rede Minas e na parte esportiva da UOL.

Comentários