Home Notícias BH Mulher em situação de rua é esterilizada sem consentimento; ALMG debate ‘retrocesso de direitos’

Mulher em situação de rua é esterilizada sem consentimento; ALMG debate ‘retrocesso de direitos’

A esterilização de uma mulher em situação de rua em Mococa, São Paulo, foi um dos temas do Fórum Técnico de População em Situação de Rua, na Assembleia Legislativa de Minas Gerais, nessa segunda-feira (11).

O caso veio a público após denúncia realizada pelo professor de Direto Constitucional Oscar Vilhena em um artigo na Folha de S. Paulo no último sábado (9). Janaína Aparecida Quirino foi submetida sem consentimento a uma laqueadura. A mulher que está presa há sete meses por tráfico de drogas foi levada a uma clínica após um juiz determinar o procedimento cirúrgico. A laqueadura foi feita após a mulher dar a luz ao oitavo filho, em Mogi Guaçu.

No fórum realizado na ALMG, Gabriel Rocha, secretário de Estado em exercício de Direitos Humanos, Participação Social e Cidadania, repudiou a ação ocorrida no estado paulista. Ao encontro dele Samuel Rodrigues, coordenador do Movimento Nacional da População em Situação de Rua, afirmou que “está sem palavras para essa arbitrariedade”.

(Daniel Protzner/ALMG)

No evento foi criticada a ação da Polícia Militar de Minas Gerais (PM-MG) que teria tentado retirar os filhos da moradora de uma ocupação no bairro Pompeia, na região Leste de BH. Participantes do fórum defenderam a necessidade de evitar que os pensamentos policiais guiem a assistência aos usuários de drogas.

Para o deputado Rogério Correia (PT) o fórum acontece em um momento onde os direitos sociais no Brasil passam por retrocesso. No evento, o petista representou o presidente da ALMG deputado Adalclever Lopes (MDB).

Da Redação Bhaz com ALMG

Vitor Fórneas

Vitor Fórneas

Jornalista no Portal Bhaz

Comentários