Home Veículos Acelera aí [Acelera Aí] Avaliamos a versão Storm do EcoSport, que tem motor 2.0, tração integral e câmbio automático

[Acelera Aí] Avaliamos a versão Storm do EcoSport, que tem motor 2.0, tração integral e câmbio automático

O utilitário-esportivo da Ford é um dos poucos que oferece tração 4×4 no segmento dos compactos. Além da tração nas quatro rodas, a versão que avaliamos, a Storm, tem motor 2.0 Flex, que gera 176cv com etanol; câmbio automático de seis marchas; visual esportivo e uma lista bem ampla de equipamentos de conforto e segurança. Por outro lado, o consumo é um pouco elevado e a capacidade do porta-malas, limitada.

A grade com nome Storm em relevo foi inspirada na da picape americana F-150 Raptor
A grade com nome Storm em relevo foi inspirada na da picape americana F-150 Raptor

Visual aventureiro

O visual aventureiro da versão Storm foi inspirado no conceito de mesmo nome exibido no Salão do automóvel de São Paulo de 2016 que, por sua vez, se inspirou na picape americana F-150 Raptor.

A roupagem esportiva inclui, por fora, grade com nome Storm em relevo, apliques plásticos na cor preta, grafismos espalhados por toda a carroceria, faróis de xênon com máscara negra, capa de estepe rígida e rodas de 17 polegadas com desenho exclusivo.

O visual aventureiro é reforçado pelos grafismos espalhados pela carroceria e os apliques plásticos na cor preta
O visual aventureiro é reforçado pelos grafismos espalhados pela carroceria e os apliques plásticos na cor preta

Costura laranja

Por dentro, o visual esportivo é reforçado pelos bancos e volante em couro na cor preta e costuras na cor laranja, teto também na mesma cor e detalhes em bronze na base da tela do sistema multimídia, na moldura do console e nos painéis de porta.

A lista de equipamentos de conforto traz itens interessantes como o sistema multimídia SYNC 3, com tela sensível de oito polegadas (de fácil visualização); o som premium da Sony com nove alto-falantes e o ar-condicionado digital.

Na traseira, destaque para a cobertura em plástico rígido do estepe com o nome da versão
Na traseira, destaque para a cobertura em plástico rígido do estepe com o nome da versão

Segurança e motor

No pacote de segurança, destaque para os sete airbags, os controles de tração e estabilidade com sistema anti-capotamento, sensor e câmera de ré e monitoramento da pressão dos pneus.

O motor 2.0 é o mesmo DirectFlex que equipa a versão Titanium. Ele cumpre bem a função, mas a falta de um bom fôlego em baixas rotações não proporciona acelerações e retomadas de velocidade empolgantes. E o consumo é um pouco elevado.

Por dentro, o visual esportivo é realçado pelos acabamentos em bronze na base da tela do sistema multimídia, na moldura do console e nos painéis de porta
Por dentro, o visual esportivo é realçado pelos acabamentos em bronze na base da tela do sistema multimídia, na moldura do console e nos painéis de porta

Já a transmissão é um ponto de destaque na Storm, pois o câmbio automático de seis marchas e o sistema inteligente de tração nas quatro rodas (atua sob demanda e pode enviar até 50% da força para as rodas traseiras), são muito eficientes.

Banco traseiro acomoda dois adultos e uma criança e tem apoios de cabeça e cintos de três pontos para todos
Banco traseiro acomoda dois adultos e uma criança e tem apoios de cabeça e cintos de três pontos para todos

Calibragem da direção

Também merecem elogios a boa calibragem do sistema de direção e o bom compromisso entre estabilidade e conforto oferecido pela suspensão, que tem sistema independente Multilink na traseira e molas de rigidez progressiva.

Por outro lado, a expectativa gerada pela tração nas quatro rodas e o visual esportivo não se comprovaram num bom desempenho em estradas de terra de piso ruim, devido, principalmente, ao uso de pneus de asfalto; e o porta-malas limitado continua sendo um dos pontos fracos do EcoSport.

Texto e fotos: Eduardo Aquino

O motor 2.0 é o mesmo DirectFlex que equipa a versão Titanium e que gera 176cv de potência com etanol
O motor 2.0 é o mesmo DirectFlex que equipa a versão Titanium e que gera 176cv de potência com etanol

Ficha Técnica

Motor – Dianteiro, transversal, quatro cilindros em linha, 1.999cm³ de cilindrada, 16V, Flex, injeção direta de combustível, que gera potências de 170cv (gasolina) e 176cv (etanol) a 6.500 rpm e torques de 20,6kgfm (gasolina) e 22,5kgfm (etanol)

Câmbio – Tração integral e câmbio automático de seis marchas

Suspensão – Dianteira, independente, do tipo McPherson; e traseira, do tipo multilink

Dimensões – Comprimento, 4,36m; largura, 1,78m; altura, 1,69m; e entre-eixos, 2,52m

Direção – Assistência elétrica

Freios – Discos ventilados na dianteira; e tambor na traseira

Rodas e pneus – Rodas de liga de 17 polegadas, calçadas com pneus 205/50 R17

Tanque – 52 litros

Porta-malas – 356 litros

Peso – 1.469 quilos

Preço – R$ 104.190.

A capacidade limitada do porta-malas continua sendo um dos pontos fracos do EcoSport
A capacidade limitada do porta-malas continua sendo um dos pontos fracos do EcoSport

Principais equipamentos

  • Sistema multimídia SYNC 3 com tela sensível ao toque de oito
  • Controles de tração e estabilidade com sistema anticapotamento
  • Monitoramento de pressão dos pneus
  • Teto solar elétrico
  • Bancos e volante em couro
  • Faróis com luz diurna de LED e acendimento automático
  • Acesso ao veículo sem chave com reconhecimento capacitivo
  • Partida por botão
  • Ar-condicionado automático digital
  • Computador de bordo com tela de 4,2 polegadas no painel
  • Câmera de ré
  • Sensor de chuva
  • Rodas de liga de 17 polegadas
  • Sistema de som premium da Sony com nove alto-falantes
Acelera Ai

Acelera Ai

Jornalistas Eduardo Aquino e Luís Otávio Pires são os editores do site Acelera Aí e da seção veículos do portal Bhaz

Comentários