Home Variedades O bizarro jogo sexual que terminou com a morte de uma jovem de 21 anos

O bizarro jogo sexual que terminou com a morte de uma jovem de 21 anos

O assassinato de uma jovem de 21 anos, ocorrido em fevereiro deste ano, chocou o Reino Unido pela dinâmica incomum. O responsável pela morte da garota foi condenado nesta semana a seis anos de prisão. E o juiz que acompanhou o caso, Jeremy Richardson, qualificou o momento em que tudo ocorreu como uma atividade sexual “bizarra, violenta e sadomasoquista”.

De acordo com o The Press, o autor do homicídio, Jason Gaskell, conheceu a vítima no dia em que a matou. Laura Huteson acompanhou o autor até a casa nova dele. Lá, os dois beberam e fizeram uso de drogas enquanto mantinham relações sexuais. O homem, no entanto, tem fetiches que envolvem enforcamento e os colocou em prática com a recém-conhecida.

Laura ao lado de um amigo. Ela tinha 21 anos quando foi morta (Reprodução/Facebook)

A publicação conta que Gaskell e Laura combinaram uma palavra de segurança para quando a jovem sentisse falta de ar enquanto tinha o pescoço fortemente pressionado. Em determinado momento, o homem pegou uma faca e começou a pressioná-la contra a garganta da vítima, ainda durante o ato sexual. Foi então que ela teve a artéria carótida perfurada.

Laura perdeu bastante sangue e morreu ainda no local. Uma equipe de médicos foi chamada, mas era tarde. Gaskell foi preso e admitiu ter cometido o crime sem intenção. Para o juiz, no entanto, o homem assumiu os riscos ao deixar a faca na cama e ao propor a dinâmica do ato sexual.

“Você não pretendia que isso acontecesse, mas o perigo de esfaquear a vítima era óbvio”, disse o magistrado. “Você assumiu perigos colossais ao satisfazer suas fantasias sexuais. Não pode haver outra maneira de caracterizar sua conduta quando uma faca é usada como um componente-chave do ato sexual”, completou Jeremy Richardson.

 

Roberth Costa

Roberth Costa é publicitário, repórter e editor no Bhaz.

Comentários