Home Notícias Brasil Adolescente morre e pai fica ferido em gravação de nova série da Globo

Adolescente morre e pai fica ferido em gravação de nova série da Globo

Um adolescente de 15 anos morreu na manhã desta quinta-feira (13) durante as gravações da nova série global “Aruanas”, em Manaus, no Amazonas. Ele estava em uma lancha junto com o pai quando houve uma batida com um barco de apoio da produtora Maria Farinha Filmes, que coproduz o novo programa com a emissora carioca.

Em comunicado, a Central Globo de Comunicação explica que Lucas Henrique Xavier Cardoso, de 15 anos, foi socorrido logo após a colisão entre as embarcações. O adolescente chegou ao Hospital da Zona Oeste com um quadro de traumatismo crânio encefálico, com sangramento na orelha direita. Ele não resistiu aos ferimentos e morreu no local.

Ainda de acordo com a emissora, Paulo Henrique Xavier Cardoso, pai do garoto, que também estava no barco, foi socorrido e levado para a mesma unidade de saúde. Ainda não há informações sobre o quadro da vítima. As gravações foram canceladas nesta quinta-feira e o caso foi registrado no 19º Distrito Integrado de Polícia, que deve investigá-lo.

Veja a nota da Globo na íntegra:

“Na manhã desta quinta-feira, no deslocamento para o set de gravação de ‘Aruanas’, coprodução da Globo e da Maria Farinha Filmes, o barco que dava apoio à Maria Farinha nas gravações na Amazônia colidiu com um outro barco. Os dois ocupantes, Paulo Henrique Xavier Cardoso e Lucas Henrique Xavier Cardoso, foram socorridos imediatamente no local mas Lucas morreu.

A Maria Farinha Filmes e a Globo lamentam profundamente o ocorrido e estão ao lado da família e dos envolvidos, para providências e apoio com todo o necessário. As autoridades locais estão apurando o acidente e as gravações do dia foram canceladas”.

“Aruanas” é uma nova produção da casa, que tem como protagonistas Débora Falabella, Leandra Leal e Taís Araújo. A série mostra a história de três ativistas de uma ONG em defesa do meio ambiente. A atriz Leandra postou uma foto no Instagram em uma das localidades de gravação.

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Água do Solimões que vem do Peru, Entra no Brasil todo soberano, Quando chega pertinho de Manaus, se encontra com o Negro, e não quer saber de abraço; território de mistério: as barrentas dele e as negríssimas do outro, não se misturam jamais: mas é delas que se faz o Amazonas propriamente dito. Thiago de Mello – poeta amazonense

Uma publicação compartilhada por Leandra Leal (@leandraleal) em

Vitor Fernandes

Vitor Fernandes

Jornalista no Portal BHAZ

Comentários