Home Patrocinado Jângal estreia projeto de chorinho nas quartas-feiras

Jângal estreia projeto de chorinho nas quartas-feiras

#Publipost – Esta publicação é patrocinada

Completando 5 anos em breve, o “pubgarden” Jângal sempre prezou pela boa música. E as quartas-feiras sempre foram dias em que a casa apostou em projetos experimentais. Jazz, World Music, Lounge e Blues já tomaram conta da programação musical das noites do bar.

A nova onda agora é o bom e velho choro, popularmente chamado de chorinho – gênero de música popular e instrumental brasileira, que surgiu no Rio de Janeiro em meados do século XIX. A música será comandada por Artur Padua e Regional.

Seguidor da “escola” de violonistas como Jayme Florence (Meira), Horondino Silva, César Faria, Mozart Secundino, entre outros, Artur busca desenvolver um trabalho de acompanhamento de choro, samba e outros gêneros preservando elementos tradicionais, mas sem deixar de lado suas influências mais modernas. Destaca-se no cenário do choro de Minas Gerais como um dos mais jovens representantes do violão no choro, atuando na cena a mais de 10 anos. É um dos principais responsáveis pela consolidação da já tradicional roda de choro do Bar do Salomão (da qual ainda participa), que acontece semanalmente em Belo Horizonte. Atualmente integra os conjuntos Isto é Nosso, Regional Mineiro e o Trio Caviúna.

Artur se apresenta no Jângal, com regional formado por Gustavo Monteiro, Daniel Capu, Ronaldo Pereira, Cícero Gonzaga e Hélio Pereira.

Além da boa música, o bar ainda oferece rodada dupla de chope até as 20h, e o Open Wine, degustação de vinhos à vontade, até as 22h, por R$ 45. A entrada no Jângal é livre até as 19h, e após esse horário o valor de entrada é R$ 10.

Serviço

Quartas de Corinho no Jângal

Quando? Quartas-feiras, a partir das 18h
Onde? Jângal (rua Outono, 523 – Cruzeiro)
Mais informações? (31) 3653-8947

Comentários