Tempestades como as que atingiram diversas regiões de Minas Gerais desde o último mês podem trazer transtornos que vão além das inundações. Por ano, é contabilizada a ocorrência de mais de 1 milhão de raios em todo o estado, o que pode causar acidentes.

A aposentada Maria Ângela de Souza, de 76 anos, moradora do bairro Cidade Nova, em Belo Horizonte, preza pela segurança e prefere ficar em casa nos dias de forte chuva. “Eu desligo tudo que posso da tomada como a televisão, o computador e o micro-ondas”, conta. Ela ainda evita usar ferro de passar roupa e certifica de que as janelas estão fechadas.

Esse comportamento de Maria Ângela faz com que ela e sua irmã fiquem mais seguras durante as tempestade. “Durante as chuvas, o raio pode cair nas proximidades da edificação ou até mesmo na rede elétrica e chegar às residências por meio da fiação, podendo atingir os moradores”, explica Demétrio Aguiar, engenheiro da Cemig.

O alerta vale ainda para os danos que as descargas elétricas podem provocar no corpo humano. “O raio provoca queimaduras gravíssimas e pode resultar em parada cardiorrespiratória, que pode levar a pessoa à morte”, destaca.

O engenheiro esclarece que o sistema elétrico é equipado com para-raios de média tensão que protegem os equipamentos instalados ao longo dos circuitos. Também é possível o consumidor adquirir a proteção para baixa tensão, que deve ser instalada pela Cemig no padrão da casa com o intuito de reduzir os riscos dentro da edificação.

Importante salientar que os aparelhos devem ser desligados antes da tempestade e, nunca durante, pois, no exato momento em que a pessoa estiver desligando a tomada, a descarga pode, por coincidência, atingir a instalação.

As tempestades também podem causar rompimento de fios elétricos da rede de energia. Nesse caso, é importante que todos se mantenham distantes do local. “Caso alguém se depare com um fio partido, nunca se deve aproximar ou tocar a fiação e, se possível, não permitir que outras pessoas se aproximem. Deve-se ligar imediatamente para o Fale com a Cemig, no telefone 116, que funciona 24 horas por dia”, recomenda Demétrio.

O mesmo cuidado deve ser tomado em caso de queda de árvores sobre as vias públicas, pois elas podem cair sobre as redes elétricas e trazer consigo fios possivelmente energizados que ficam escondidos sob as folhas e podem causar acidentes graves.

Confira as dicas de segurança:

  • Ao ver um cabo partido, mantenha distante do local e ligue imediatamente para o Fale com a Cemig, no telefone 116, que funciona 24 horas por dia
  • Retire os equipamentos elétricos das tomadas, evitando riscos de queimar os aparelhos e para garantir a segurança das pessoas;
  • Aguarde o fim da tempestade caso a antena de TV se desregular devido as rajadas de ventos e descargas atmosféricas, pois há risco de queda, de choque elétrico e de ser atingido por um raio;
  • Se houver a necessidade de utilizar o telefone durante as tempestades, prefira o celular, desde que não esteja conectado na tomada, ou telefone sem fio;
  • Evite a permanência em lajes altas ou locais descampados, jamais se abrigue embaixo de árvores e evite o uso do chuveiro elétrico;
  • Não utilize aparelhos que necessite do uso de tomada elétrica.