Home Notícias BH Viadutos de BH serão monitorados para evitar ‘desgaste’ e prolongar ‘vida útil’

Viadutos de BH serão monitorados para evitar ‘desgaste’ e prolongar ‘vida útil’

Viadutos das avenidas Antônio Carlos e Pedro I serão monitorados por uma empresa que será contratada pela Prefeitura de Belo Horizonte (PBH). No Diário Oficial do Município (DOM) foi publicada a abertura de licitação que visa a contratação de serviço técnico especializado para monitoramento das movimentações estruturais.

Na Pedro I, em julho de 2014, uma das alças do viaduto Batalha dos Guararapes desabou e um micro-ônibus que passava pelo local teve a frente esmagada. A condutora do veículo morreu e 23 passageiros ficaram feridos. Um veículo de passeio também foi atingido e o motorista morreu.

Ao BHAZ, a Secretaria Municipal de Obras e Infraestrutura disse que esse serviço visa identificar possíveis intervenções para conservar e recuperar os viadutos fazendo com que eles tenham sua vida útil prolongada e evitando o desgaste das mesmas.

“Os serviços desta contratação visam dar continuidade ao monitoramento, de modo a garantir o controle e o acompanhamento do comportamento dessas estruturas, com o objetivo de conhecer e avaliar as condições geométrico/topográficas dos viadutos, de modo que as estruturas possam alcançar a vida útil prevista em projeto. Estes serviços poderão, inclusive, gerar economia ao erário, uma vez que possibilitará a manutenção preventiva e não corretiva”, afirmou.

No total, seis viadutos serão monitorados pela empresa vencedora. São eles:

  • Viaduto Lúcia Casasanta (João Samaha),
  • Viaduto Montese,
  • Viaduto Monte Castelo,
  • Viaduto Oscar Niemeyer (Viaduto B),
  • Viaduto Gil Nogueira (Viaduto A),
  • Viaduto da Barragem da Lagoa da Pampulha.

O serviço, conforme esclarece a pasta, não é realizado somente por empresas contratadas, mas também pelas equipes internas da PBH.

A manutenção dos 126 viadutos de BH é composta pelas fases de mapeamento, diagnóstico para avaliar as condições gerais da estrutura e do pavimento dos mesmos e recomendações de intervenções. A empresa vencedora terá 720 dias para realizar os serviços a partir da primeira ordem de serviço e o valor teto dos serviços licitados é de R$ 378.809,80.

Vitor Fórneas

Vitor Fórneas

Jornalista no Portal Bhaz

Comentários