Home Variedades Filho de traficante conta como o pai o criou para ser delegado: ‘A educação salva’

Filho de traficante conta como o pai o criou para ser delegado: ‘A educação salva’

Um advogado criminalista do Rio de Janeiro virou assunto nas redes sociais nos últimos dias, mas principalmente no Twitter, depois de contar como foi criado pelo pai traficante para tornar-se delegado. Joel Luiz Costa relatou, em 13 tuítes, como foi incentivado a estudar Direito mesmo diante do contexto em que a família dele estava inserida. Atualmente, o homem de 29 anos trabalha pela garantia dos direitos humanos, com foco na população negra e pobre. Ao todo, o relato feito por ele na quinta-feira (8) já foi compartilhado mais de 15 mil vezes.

Costa explicou que o pai era traficante no Morro do Jacarezinho, no Rio de Janeiro, mas que não seguia os “padrões” da criminalidade e tinha como sonho vê-lo delegado da Polícia Federal. Para isso, o fez mudar para o interior e estudar. O então garoto tomou gosto pelos estudos e foi incentivado a cursar Direito. Ele não virou delegado, mas, além de advogado criminalista, também criou um projeto para alfabetização de idosos, é colunista do site Agência de Notícias das Favelas (ANF) e representa diversos movimentos sociais “do morro”.

Joel não virou delegado, mas acumula projetos em prol da população negra (Reprodução/Facebook)

Parece pouco? Na correria do dia a dia, Joel também encontra tempo para organizar um cursinho comunitário voltado para quem deseja prestar vestibular. A vida do advogado é tão surpreendente que ele já recebeu convite para contá-la em um livro e para fazê-la virar filme. O pai dele, que tem 55 anos atualmente, ainda não foi consultado sobre tal possibilidade. Vale dizer que o homem abandonou o mundo do crime quando viu o filho formar-se.

Veja abaixo!

Roberth Costa

Roberth Costa é publicitário, repórter e editor no Bhaz.

Comentários