Home Notícias Brasil Acusado de assédio sexual por repórter, Datena aciona advogados: ‘É um delírio’

Acusado de assédio sexual por repórter, Datena aciona advogados: ‘É um delírio’

Acostumado a noticiar casos policiais na TV, o apresentador José Luiz Datena transformou-se em alvo de uma denúncia de assédio sexual nesta semana. A repórter Bruna Drews, ex-Band, acionou o Ministério Público de São Paulo contra o âncora. Ela contou que o titular do Brasil Urgente disse que ela não precisava emagrecer porque já era “muito gostosa” e que revelou ter se masturbado pensando nela. Datena teria dito ainda que achava “um desperdício” a jornalista namorar outra mulher.

De acordo com Bruna, o assédio ocorreu em abril do ano passado quando gravava o quadro A Fuga, do já extinto Agora é com Datena, que ia ao ar aos domingos. A repórter também processa a Band, a quem acusa de ter sido conivente com o assédio do apresentador. Ela está afastada desde julho, quando entrou em licença médica.

Datena nega as acusações e já acionou advogados para processar Bruna, embora diga que ela enfrenta problemas psicológicos. “Na comemoração, repeti a ela que ela era muito bonita e que não precisava emagrecer, porque ela já era competente. Tirando isso, todo o resto é mentira, calúnia e delírio”, diz.

Caberá ao Ministério Público de São Paulo decidir, ao longo dos próximos dias, decidir se abre uma investigação policial ou se pede a abertura de um processo judicial. “Ela [Bruna] tem problemas psicológicos, está em tratamento, mas vai responder por qualquer calúnia e difamação”, diz o advogado Eduardo Leite. “Isso são narrativas falsas. É um delírio dessa jornalista, que concidentemente só veio à tona após o fim do programa [Agora É com Datena]”, conta.

Bruna chegou à Band em 2014 a convite de Luiz Bacci depois de ter passado pela RecordTV. No ar, ela demonstrava ter uma boa relação com Datena e parecia não se incomodar com elogios recebidos do apresentador. Ele mesmo já contou, em uma das edições de seu programa, que teve uma breve crise com a mulher, Matilde, por conta dos elogios destinados à jornalista.

Apesar disso, na denúncia junto ao MPSP, a repórter diz que os comentários do apresentador a deixavam constrangida. Ela cita dois momentos que considera “absurdos”: quando Datena interrompia reportagens para elogiá-la e a ocasião em que ele pediu a um cinegrafista para mostrar todo o corpo dela.

Roberth Costa

Roberth Costa é publicitário, repórter e editor no Bhaz.

Comentários