Home Variedades Homem processa os próprios pais por ter nascido sem dar autorização

Homem processa os próprios pais por ter nascido sem dar autorização

Um caso bastante inusitado tem repercutido ao longo dos últimos dias na imprensa internacional. Um indiano de 27 anos decidiu processar os próprios pais por ter nascido sem dar autorização. Isso mesmo. Raphael Samuel faz parte de um movimento contrário à natalidade. Ele defende que as pessoas devem evitar ter filhos por motivos morais.

De acordo com o The Print, o jovem que vive na cidade de Bombaim acredita que é errado ter filhos porque quem nasce passa por provações e atribulações durante a vida pelo simples prazer dos pais. Ele disse à publicação que até gostava dos pais, mas que eles o tiveram “por alegria e prazeres pessoais”. O indiano ainda contou que tem uma boa relação com a família, mas que resolveu processá-los por considerar que são “hipócritas por o terem submetido às dificuldades da vida pelo seu prazer”.

“Um bom pai e uma boa mãe colocam o filho à frente dos seus desejos e necessidades pessoais. Mas a criança em si é um desejo dos pais”, alega Raphael. Ainda segundo ele, a procriação trata-se de um “sistema tão agressivo como a escravidão”. “Quero que todos os meninos e meninas da Índia saibam que não devem nada aos pais”, disse na entrevista.

Comentários