Home Notícias Brasil Site evangélico é criticado por associar morte de Boechat a discussão com Malafaia

Site evangélico é criticado por associar morte de Boechat a discussão com Malafaia

As mortes do jornalista Ricardo Boechat e do piloto de helicóptero Ronaldo Quattrucci tornaram-se o assunto mais comentado desta segunda-feira (11) em todo o Brasil. Nas redes sociais, fãs e seguidores do âncora do jornal da Band prestaram homenagens e comentaram, ao longo do dia, os desdobramentos do acidente que vitimou a dupla. No começo da noite, no entanto, a repercussão envolvendo os nomes de Boechat e Quattrucci passou a dividir espaço com críticas direcionadas ao portal O Fuxico Gospel, principalmente no Twitter.

O site divulgou, por meio do Twitter, matéria que relacionava a morte do jornalista a uma discussão entre ele e o pastor Silas Malafaia, da igreja Assembleia de Deus. Eles brigaram em 2015 quando Malafaia postou uma mensagem dizendo que Boechat estava “falando asneira” quando o apresentador afirmou, na Band News FM, que “pastores incitam fiéis a praticarem intolerância”. Boechat respondeu mandando Mafalaia “chupar uma rola” e disse ainda que o pastor explorava a fé alheia. A resposta do âncora pode ser ouvida abaixo.

“Castigo? Boechat morre de forma trágica 4 anos após mandar Malafaia procurar uma [email protected]@”, dizia o título da matéria divulgada pelo site. Internautas rapidamente passaram a criticar a publicação. A maioria dos comentários diz que O Fuxico Gospel desrespeitou o jornalista e os familiares dele, além de que não deveria fazer postagens nesse sentido por se tratar de um site “cristão”. Outros dizem, no entanto, que ele não representa os evangélicos “de verdade”.

No YouTube, onde O Fuxico Gospel mantém um canal, ainda é possível ver um vídeo com o mesmo título usado na matéria alterada. As críticas também podem ser vistas por lá.

Reprodução/YouTube

Depois de receber várias críticas, inclusive no próprio site, O Fuxico Gospel alterou o título da matéria. Veja abaixo parte da repercussão.

Comentários