Home Notícias Política Blocos de oposição e independência na ALMG definem lideranças

Blocos de oposição e independência na ALMG definem lideranças

Mais dois blocos de parlamentares da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) definiram nesta terça-feira (12) suas lideranças e denominações. Um deles será oposição dentro da Casa, enquanto outro se coloca na bancada independente.

O bloco de oposição se chamará “Bloco Democracia e Luta” e será liderado pelo petista André Quintão. Já o deputado Sávio Souza Cruz (MDB) vai liderar o bloco “Minas Tem História”, que é independente.

O deputado Ulysses Gomes (PT) comunicou sua indicação para líder da Minoria. De acordo com o artigo 72 do Regimento Interno, a Minoria tem posicionamento contrário ao da Maioria, que é o bloco com maior número de membros.

Na semana passada, já havia a definição do bloco “Sou Minas Gerais”, que será a base do Governo Zema na ALMG, e tem como líder o deputado Gustavo Valadares (PSDB). Também foi definido o bloco “Liberdade e Progresso”, que será liderado pelo deputado Cássio Soares (PSD).

Confira como ficou:

Adaptação/ALMG

Agora, os parlamentares devem começar as discussões e negociações em torno da composição e presidência das comissões permanentes da casa. O Regimento Interno da ALMG assegura a representação proporcional, tanto quanto possível, das bancadas ou blocos parlamentares nessa composição.

A Assembleia tem, atualmente, 22 comissões permanentes. Cada uma delas têm cinco membros efetivos e cinco suplentes, com exceção das comissões de Constituição e Justiça, de Administração Pública e de Fiscalização Financeira e Orçamentária, formadas por sete efetivos e sete suplentes. A composição das comissões permanentes da Casa deve ser concluída nos próximos dias.

Comentários