Home Notícias Minas Gerais Mulher pula de viatura em movimento após denunciar marido e ser levada à delegacia ao lado dele

Mulher pula de viatura em movimento após denunciar marido e ser levada à delegacia ao lado dele

Uma mulher, de 30 anos, foi arrastada por uma viatura da Polícia Militar após pular do veículo e ficar presa pelo cinto de segurança, em Espinosa, no Norte de Minas, na tarde desse domingo (10). A atitude extrema da mulher seria por medo do marido, que estava sendo levado junto com ela para prestar depoimento sobre um furto.

A mulher denunciou o companheiro e o irmão dele pelo furto de uma televisão de LCD e um botijão de gás do Centro de Referência de Assistência Social (CRAS), em Espinosa. Ela foi levada, junto aos dois, para prestar depoimento na delegacia de Polícia Civil de Janaúba.

De acordo com depoimento, a mulher teria ficado com medo de sofrer algum tipo de repressão do marido, caso ele fosse preso. Com isso, a mulher saltou do banco de trás da viatura com o carro em movimento pela rodovia MGC-122, no quilômetro 28, mas ficou presa pelo cinto de segurança. Ela chegou a ser arrastada por alguns metros e teve queimaduras em um dos braços, palma das mãos, costas e rosto.

Assim que o militar percebeu a situação, o veículo foi parado e a Polícia Militar Rodoviária foi acionada para prestar auxílio. Quando os agentes chegaram ao local, a mulher foi conduzida ao hospital. Ela foi atendida pelos médicos e liberada ainda no domingo.

Com o ocorrido, a mulher ainda não foi ouvida, já o marido e o irmão dele foram detidos. Os objetos furtados ainda não foram localizados.

O BHAZ tentou contato com o comando da Polícia Militar para repercutir sobre a prática de colocar a testemunha ao lado do denunciado. No entanto, a reportagem não obteve sucesso até a publicação deste texto, que será atualizado assim que as dúvidas foram solucionadas.

Vitor Fernandes

Vitor Fernandes

Jornalista no Portal BHAZ

Comentários